A árvore se conhece pelo seu fruto

Gederson Falcometa

Diz o Evangelho de São Lucas, 6, 43-45:

“Uma árvore boa não dá frutos maus, uma árvore má não dá bom fruto. Porquanto cada árvore se conhece pelo seu fruto. Não se colhem figos dos espinheiros, nem se apanham uvas dos abrolhos. O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro, porque a boca fala daquilo de que o coração está cheio”.

Considerando que cada árvore se conhece pelo seu fruto, perguntamos a nossos leitores:

Qual árvore produz o fruto abaixo?

fruto que não existe

Seria uma “macieranja” ou uma “larancieira” ?

Não existe tal fruto, logo, não existe a árvore. Sendo assim não é possível julgar nem o fruto, bom ou mau, e por consequência nem a árvore. Agora vejam os nossos leitores a imagem abaixo:

Esse é o fruto de uma macieira com sarna.

Então, podemos conhecer a árvore, uma macieira. Agora resta saber se a árvore é boa ou má, julgando-lhe a partir de seu fruto. Segundo o que pode se ver pelo aspecto e se ler no texto “Sarna maca, nematoide, e mosca branca soja“, fonte da foto, o fruto é mau, porque a maçã está doente, e portanto, a macieira que a produz é uma árvore má. Agora vejam a imagem abaixo:

Temos a imagem de uma boa maçã, e através disso, só podemos concluir ser fruto de uma boa macieira. Assim, pelo que acabamos de expor, fica claro que é pelos frutos que se conhece a árvore, e pela qualidade destes frutos, bons ou maus, se julga se a árvore é boa ou se a árvore é má. Com essa postagem damos por encerrada, a questão da interpretação da árvore e dos frutos.

 

Comments are closed.

Powered by WordPress. Designed by WooThemes

Seguir

Obtenha todo novo post entregue na caixa de entrada do seu email.

Junte-se a outros seguidores