Tag Archives | Amor

Quando o homem X encontra a mulher Y eis que se esposam»: o amor em Giovannino Guareschi

Guareschi

Radio Spada
[Tradução: Gederson Falcometa]

«Se uma mulher te ama, tu falas e ao invés cantas.
As palavras são a música do coração»
(Observações de um alguém, “La bohème)

Tempos feios para o amor, muitas vezes reduzido a borboletas que voam no estômago (a psicologia moderna sugere que existam colônias de largatas prontas a abrirem-se em nosso estômago não, logo que nos apaixonarmos) ou a brutal posse do outro. Se se quer compreender que coisa seja realmente o amor é bom ter em mãos um dos tantos “contos de vida familiar” de Giovannino Guareschi.
O elemento fundamental no namoro é – como escreve Guareschi – o destino: «quem tem a parte mais importante é o destino: Deus lhe faz e depois lhe acompanha. Um homem X nasceu para esposar uma mulher Y. E vice-versa. Quando o homem X encontra a mulher Y eles se esposam», ou: «toda mulher esposa o seu marido e todo homem esposa a sua mulher». Explicado assim, o namoro parece uma espécie de equação e, em parte, o é. Um homem é criado para enamorar-se de uma só mulher, que deverá amar com todas as suas forças todos os dias da sua vida e pela qual deverá estar disposto a sacrificar também a própria vida. O amor de dois namorados é esculpido na eternidade do céu, como escreve – com maior delicadeza – T.S. Eliot: «te amei desde o começo do mundo, porque antes que eu e ti nascêssemos, o amor que nos uniu já existia».

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 65
    La Civiltà Cattolica anno 11° vol. 6, serie IV, Roma 1860.   R. P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S. J.   Que me diz o leitor? A opinião é a rainha do mundo?   Este é um daqueles problemas equívocos, ao qual se pode justamente responder com um sim não menos…
    Tags: a, que, de, se
  • 55
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, a, se
  • 53
        A Igreja e o Estado (2ª ed.) Napoles 1872, cap. I, pag. 7-21.Rev. Pe. Matteo Liberatore S.J.CONDIÇÃO DA IGREJA OPOSTA AO ESTADOCAPÍTULO I.ARTIGO I.Conceito liberalITríplice forma de tal conceitoA palavra de ordem, como se costuma dizer, do liberalismo hodierno é a emancipação do Estado da Igreja. Isto se entende de…
    Tags: a, que, de, se, do
  • 51
      Radio Spada [Tradução: Gederson Falcometa]  “Por que sou monárquico? Por razões históricas, por razões sentimentais, por razões práticas. Para mim, um presidente da República é sempre uma pessoa expressa por um partido e não poderei jamais considera-lo acima das partes. Não poderei jamais escutar a sua voz como a…
    Tags: de, guareschi, giovannino

Do Amor

CAPÍTULO SÉTIMO
DO AMOR
EXTRAÍDO DO LIVRO:
A MEDICINA DAS PAIXÕES
JEAN BAPTISTE DESCURET
[Tradução: Gederson Falcometa]

 

O amor é uma paixão só:
desta ela reúne todas as outras.
A senhora de Suza.

 

Definições e sinônimos

 

O amor, no seu mais extenso conceito, é aquele irresistível encanto que atraí todos os seres, é aquela afinidade secreta que lhes une, é a celeste centelha que lhe perpetua: neste sentido tudo é amor na criação¹.

Considerado sob o aspecto moral, o amor é uma tendência da alma para o verdadeiro, o belo e o bom.

Na relação religiosa, Deus é amor, e amor é toda a sua lei. No amor de Deus então, sumo bem e criador de todas as coisas: no amor dos homens, a mais nobre entre as suas criações, é resumida na teoria cristã do amor.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 91
    CAPÍTULO PRIMEIRO DEFINIÇÃO DAS PAIXÕES EXTRAÍDO DO LIVRO: A MEDICINA DAS PAIXÕES DE JEAN BAPTISTE DESCURET [Tradução: Gederson Falcometa]     Distinção entre comoções, sentimentos, afetos, virtudes, vício e paixões A confusão das coisas nasce daquela das palavras. O vocábulo paixão, adequado a sua grega etimologia (πάθος), soa pena ou ao…
    Tags: a, que, de, se, descuret, paixão, baptiste, jean, medicina, paixões
  • 55
    La Civiltà Cattolica anno 11° vol. 6, serie IV, Roma 1860.   R. P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S. J.   Que me diz o leitor? A opinião é a rainha do mundo?   Este é um daqueles problemas equívocos, ao qual se pode justamente responder com um sim não menos…
    Tags: a, que, de, se

Powered by WordPress. Designed by WooThemes

Seguir

Obtenha todo novo post entregue na caixa de entrada do seu email.

Junte-se a outros seguidores