Archive | Escatologia

Luz do Apocalipse

R. Th. Calmel O.P.

 

TEOLOGIA DA HISTÓRIA

 

CAPÍTULO SEGUNDO

[Tradução: Gederson Falcometa]  

 

 

Ficheiro:Jugement dernier.jpg  

Podem-se encontrar estranhas, complicadas e as vezes até mesmo desconcertantes visões, sempre grandiosas, do Apocalipse de São João. Não se pode porém acusá-lo de fornecer uma idéia milenarista ou progressista da história. Neste não se encontra uma só alusão, por quanto sútil a suponha, a uma ascensão do ser humano para uma super-humanidade, nem a uma transfiguração da Igreja militante em um Igreja onde não existem mais pecadores ou que cessem de ser um alvo aos ataques das duas Bestas. Sob qualquer forma que se apresente, o mito do progresso é totalmente estranho a revelação do vidente de Patmos; este mito, como veremos, é de fato destruído pelas suas revelações. A razão maior, na perspectiva do Apóstolo João, inspirado pelo Senhor, é a impensável heresia ultramoderna segundo a qual a construção da humanidade através da busca, da ciência e da organização terminaria bem rápido por identificar-se com a Igreja de Deus.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 67
     Padre Roger Thomas CalmelTradução: Gederson FalcometaMais atual do que nunca é este texto do Padre Roger Thomas Calmel, um dos primeiros sacerdotes a ter pressentido e resistido a crise na Igreja que se difundia já rapidamente nos anos 60. Neste ele mostra as grandes linhas do comportamento do católico que…
    Tags: a, que, de, da, do
  • 67
      O Padre Cardozo, ele próprio é a imagem do caos que instaurou, como podemos ler: Em 2014 era contra os milagres fora da Igreja; Em novembro de 2015 aceitava; Em dezembro do mesmo ano passado, mudou de idéia de novo. Se o Padre Trincado não tivesse dado a conhecer…
    Tags: de, que, a, do, da
  • 66
    Inocêncio XI assim concluí o decreto do S. Ofício de 4 de março de 1679 acerca dos vários erros morais: «Finalmente, a fim de que os doutores, ou seja, os escolásticos ou qualquer um no futuro, se abstenham de disputas injuriosas, e para que se providencie conservar a paz e…
    Tags: de, a, que, da, do
  • 66
    Gederson Falcometa A confusão e a desordem seguem de vento em popa no apostolado do Padre Cardozo. Agora veio a público a exigência da assinatura de um termo de adesão ao catolicismo [1]. Lembrou muito bem um amigo, que como prescreve o CDC de 1917 [2], um herege, um apóstata…
    Tags: de, que, a, da, do
  • 66
        A Igreja e o Estado (2ª ed.) Napoles 1872, cap. I, pag. 7-21.Rev. Pe. Matteo Liberatore S.J.CONDIÇÃO DA IGREJA OPOSTA AO ESTADOCAPÍTULO I.ARTIGO I.Conceito liberalITríplice forma de tal conceitoA palavra de ordem, como se costuma dizer, do liberalismo hodierno é a emancipação do Estado da Igreja. Isto se entende de…
    Tags: a, que, de, da, do
  • 66
    Gederson Falcometa De fato a Resistência vive dias de confusão e discórdia. A razão dessa discórdia é exatamente que a polêmica dos milagres, não teve fim, aja vista que, o amigo Augusto, autor do texto, que agora comento, ainda toca nela. Nós que defendemos a possibilidade de Milagres fora da…
    Tags: que, de, a, da, do
  • 65
      La Civiltà Cattolica Roma 1908. [Tradução: Gederson Falcometa] A crítica está na boca de todos: é o mérito da idade moderna. E se fosse mérito sincero, haveria razão para aprecia-la: a crítica verdadeira é o exame glorioso da verdade, seja científica ou religiosa. Mas muitas vezes é mérito falso:…
    Tags: de, a, que, da, do
  • 65
    A causa do caos na Resistência é a heresia da ação, de que fala D. Chautard no livro "A alma de todo apostolado". Ação sem reflexão é o que leva um Padre vir a público e escrever Comentários Anti-Eleison, porque a palavra Eleison, vem do grego, significa "ter piedade", "compadecer-se". Sendo…
    Tags: a, que, de, do, da
  • 63
    0000000000000000000000000000000000000000000000000000O marxismo de Gramsci e a religiãoby Simsimnaonao on 05/06/2016 in Ano II – Nº01 Augusto del Noce Tradução: Gederson FalcometaCentro Romano Incontri Sacerdotali,documenti, Anno IV, n. 35,Roma febbraio 1977Gramsci: marxismo para o OcidenteQual lugar assegurar a Gramsci entre os teóricos ocidentais do comunismo? Um fato é incontestável: entre os teóricos ocidentais do comunismo, só Gramsci definiu…
    Tags: a, de, que, do, da
  • 61
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] Velletri, 15 de novembro de 2008 http://www.doncurzionitoglia.com/IpotesiVelletri.htm "Em questões teológicas difíceis e não definidas, deve se dar o próprio parecer com humildade e paz, conformando-se a instrução e a capacidade do ouvinte, insistindo mais na prática da Igreja, exortando a seguir o bom costume; ao invés de deixar-se…
    Tags: a, de, que, da
  • 59
    Extraído do livro Fenomenologia da autodestruição (L’homme contre lui-meme) Noevelle Editions latines, 1, rue palatine, Paris, 1962 Marcel de Corte [Tradução: Gederson Falcometa] Não se pode compreender a obra de Maquiavel e o seu alcance, sem antes compreender a concepção do homem e de mundo que a governa. O pensamento…
    Tags: a, de, que, do, da
  • 59
    Don Curzio Nitoglia [Tradução: Gederson Falcometa]   O Donatismo clássico O “DONATISMO CLÁSSICO” [1] é uma Heresia (seguida de um Cisma) nascida de DONATO O GRANDE (cerca de +330) do qual infelizmente perderam-se os escritos, mas dos quais nos falam S. JERÔNIMO (De viribus illustris, 93) e SANTO AGOSTINHO (De haer, 69; Epist.,185; De…
    Tags: a, de, que, da, do
  • 59
    La Civiltà Cattolica anno 11° vol. 6, serie IV, Roma 1860.   R. P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S. J.   Que me diz o leitor? A opinião é a rainha do mundo?   Este é um daqueles problemas equívocos, ao qual se pode justamente responder com um sim não menos…
    Tags: a, que, de
  • 58
    Extrato do Capítulo XIII Em quais coisas a Igreja não é infalível   Do livro: Da opinião ao Dogma 15 de agosto de 1953 Padre Sisto Cartechini, S. J. [Tradução: Gederson Falcometa]     Milagres, aparições e relíquias   Especialmente entorno aos milagres antigos, não aqueles narrados na Sagrada Escritura, são transmitidos…
    Tags: de, da, a, que
  • 57
    Miguel Ayuso PADRE CURZIO NITOGLIA 7 de julho de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/forma_societa_stati_liberta_reli.htm   [Tradução: Gederson Falcometa]   Publicado originalmente no SPES – SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOCIOPOLÍTICOS SANTO TOMÁS DE AQUINO     •  “A heresia de um indivíduo, com o laicismo liberal, torna-se social e política” (M. Ayuso)   • “Da forma dada à…
    Tags: a, de, que, da
  • 57
    O retorno de Dom Quixote: uma aventura picaresca em busca da humanidade perdida. Radio Spada Luca Fumagalli [Tradução: Gederson Falcometa]   “A vida é a mais extraordinária das aventuras, mas só a descobre o aventureiro” G. K. Chesterton Na verdade poucos escritores como Chesterton tem a capacidade de emocionar. Cada…
    Tags: de, a, do, que, da
  • 57
    O modernismo, para poder permanecer dentro da Igreja e muda-la subterraneamente, não quis se apresentar explicitamente como um sistema teológico bem definido [1], dado o seu caráter secreto ("foedus clandestinum/seita secreta", S. Pio X, Sacrorum Antistitum, 1910) e o seu horror pelas definições, pela lógica e pela especulação racional, a…
    Tags: a, de, que, da
  • 57
    Gederson Falcometa No vídeo em resposta ao Professor Carlos Nougué, se pode ouvir do Padre Cardozo, duas coisas importantes para se entender toda essa confusão: 1 – Foram feitos grandes esforços para evitar a briga com os bispos; 2 – Os esforços começaram entre setembro e outubro do ano passado…
    Tags: que, a, de, da
  • 56
    Húngria – Nova Constituição de 1º de Janeiro de 2012                                  [Tradução Gederson Falcometa] Em 1º de janeiro de 2012 entrou em vigor a nova Constituição da Húngria aprovada pelo parlamento húngaro em 25 de abril do ano passado. É uma lufada de ar fresco na atmosfera envenenada da Europa…
    Tags: de, a, da, do
  • 54
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, a
  • 54
    Publicado originalmente em italiano com o título Laicattolicesimo pela Unavox Gederson Falcometa “O Estado recebe então da Igreja a sua suprema norma moral; e por consequência deve aceitar essa Igreja e reconhecê-la, não como ele gosta de considerá-la, mas como Deus a constituiu, respeitando nela por inteiro aquele direito e…
    Tags: a, de, que, da, do
  • 52
    Artigo III. A regra protestante de fé, considerada teologicamente, se demonstra conduzir ao racionalismo. Extrato do livro “O protestantismo e a Regra de Fé, vol.I Milão-Genova 1854, pág. 208-220 Parte I. Seção II. Capítulo III Padre Giovanni Perro, S.J. Professor de Teologia no Colégio Romano          …
    Tags: a, de, que, da, do
  • 52
    R. P. Henri Ramière d.C.d.G. (1821-1884) Da: Les doctrines romaines sur le libéralisme envisagées dans leur rapports avec le dogme chrétien et avec les besoins des societes modernes, Paris 1870 pag. 1-19. Tradução: Gederson Falcometa   Antes de tudo é importante esclarecer para vantagem daqueles católicos que não entendem a ligação entre…
    Tags: a, de, que, da
  • 51
       Don Curzio Nitoglia [Tradução: Gederson Falcometa] PRIMEIRA PARTE A ASSISTÊNCIA A MISSA TRADICIONAL   A posição da “La Tradizione Cattolica” “La Tradizione Cattolica”, orgão oficial do 'Distrito Italiano' da 'Fraternidade Sacerdotal  São Pio X' (de agora em diante 'FSSPX') no n.° 86, 1/2013 (pg. 21) afirma: “Quanto a Missa…
    Tags: a, de, que, da
  • 50
      PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 14 de maio de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/vero_e_falso_cristianesimo.htm   ● A VERDADEIRA VIDA não consiste unica e exclusivamente em se alimentar e beber, em divertir-se e provar emoções e prazeres. Tudo isto sozinho não tem saída, não tem fim nem ideal: leva a morte sem…
    Tags: a, de, que

MUNDIALISMO, BENSON, ORWELL E O CARDEAL NEWMAN – 1a parte

 

(1a parte)

BENSON E “O SENHOR DO MUNDO”

 

 

d. CURZIO NITOGLIA

[Tradução: Gederson Falcometa]

27 de dezembro de 2010

http://www.doncurzionitoglia.com/mondialismo_benson.htm

 

 

“Em muitos pontos, os hereges estão comigo, em  outros pontos não; mas por causa destes poucos pontos nos quais se separam de mim, a eles não serve de  nada  estar comigo em todo o resto”

(S. Aug., In Psal. 54, n. 19; PL 36, 641).

 

Prólogo


clip_image001[6]No artigo precedente tratei da Europa de Maastricht como tentativa de construir o “mundialismo”, a “globalização” e de instaurar a “Nova Ordem Mundial”, comentando o livro de Ida Magli, A ditadura européia (Milão, Rizzoli, 2010). Agora vou resumir o que foi escrito por dois literatos ingleses em 1907 (Benson) e em 1948 (Orwell), e retomar um discurso publicado pelo L’Osservatore Romano em 14 de maio de 1879 sobre o liberalismo como principal inimigo do catolicismo, que foi feito em 13 de maio do mesmo ano pelo Card. John Henry Newman. Surpreendentes as suas intuições sobre aquilo que seria a sociedade liberal e globalizada, na qual tudo é lícito, exceto a verdade e o bem, na qual nos encontramos vivendo hoje, como demonstrado pelo livro de Ida Magli e pelos acontecimentos que se desenvolveram sob os nossos olhos.

(1a parte)

*

BENSON E “O SENHOR DO MUNDO”

 

 Robert Hugh Benson nasceu na Inglaterra em 1871 e morreu em 1914. Era o quarto filho do Arcebispo anglicano de Canterbury e se converte ao Catolicismo em 1903 aos 32 anos; no ano sucessivo foi ordenado sacerdote. Escreveu numerosos livros sobre a vida dos santos em caráter histórico-ascético para enquadrar e resolver a dicotomia entre protestantismo, mesmo o mais conservador como aquele anglicano, e o catolicismo romano. Os seus livros tem então, uma forte carga apologética e uma enérgica vis polemica (luta para estabelecer a verdade e refutar o erro) evitando toda confusão irênica (cessação de toda disputa voltada a busca da verdade sob a acusação de pacifismo). O livro do qual me ocupo no presente artigo (“O senhor do mundo”) foi escrito em 1907, o ano da condenação do modernismo com a Pascendi de São Pio X, e foi traduzido e publicado em italiano pela primeira vez em 1921 em Florença. Em 1987 graças ao interesse do Card. Giacomo Biffi foi reeditado pela Jaca Book de Milão com três edições (1997 e 2008) e dezesseis reimpressões. Benson, com um estilo verdadeiramente admirável, retoma o tema desenvolvido por São Pio X na sua primeira encíclica E supremi apostolatus cathedra de 1904, na qual o Papa Sarto observava que os males que circundam o mundo e a Igreja são de tal forma graves, que fazem pensar que o Anticristo esteja já presente nele.

Continue Reading →

O MESSIANISMO TERRENO

 

Da Apocalíptica ao Mundialismo hebraíco/sionista

Don Curzio Nitoglia

[Tradução: Gederson Falcometa]

clip_image001

*

«Quem quer fazer Teologia não pode ignorar o problema hebraico e quem faz política non pode não recorrer a Teologia».

*

Literatura apocalíptica

·         A Apocalíptica não é para ser confundida com o Apocalipse de São João, que «no século XVIII foi um dos maiores alvos da crítica anti-religiosa do iluminismo intelectualista». A Literatura Apocalíptica é o «complexo de escritos pseudônimos judaicos  surgidos entre o séc. II a. C. e o séc. II d. C. ». A Apocalíptica nasce no tempo em que o Helenismo pagão triunfa em Israel, que é oprimido e o Templo é profanado (168-164 a. C.). Então, depois do sucesso de Antíoco Epífanes (+ 164 a. C.), a conquista da Judeia por parte de Roma com Pompeu (63 a.c.) e a destruição do Templo com Tito (70 d.C) e da Judeia com Adriano (135 d.C.) se acende sempre mais a esperança do resgate nacional judaico  sob a guia dos “falsos profetas” preditos por Jesus. A Apocalíptica apócrifa, para reforçar este revanchismo nacionalista, se serve dos Profetas canônicos do Antigo Testamento e lhes enriquecem de predições imaginativas que descrevem o triunfo de Israel sobre Pagãos ou não hebreus (goyjim): «Israel será libertado e vingado, e, guiado por Jahweh e pelo seu Messias, se saciará na paz e na abundância; as 12 Tribos voltaram para imperar sobre os Gentios domados e pisados». A Apocalíptica apócrifa judaica tem um caráter eminentemente “esotérico” e é atribuída comumente aos Essênios. Monsenhor Antonino Romeo escreve que a matéria da Apocalíptica é ideológica, política e escatológica, essa trata « da vingança final divina sobre as forças do mal triunfantes atualmente; da vingança sobre os Gentios e da restauração gloriosa de Israel. […]. O Reino de Deus reveste geralmente o aspecto nacionalista-terreno: esmagante vingança de Israel, cumulado para sempre de prosperidade e de domínio». O reino de Israel ou do Messias, que coincide com a Nação judaica, “será deste mundo, […], e trará de volta o Éden aqui embaixo. Em tal concessão judaica, a pessoa humana conta bem pouco: Israel se torna realidade absoluta e transcendente, a redenção é coletiva em vez de individual, antes cósmica mais que antropológica. […]. O Messias é representado como um rei e um herói militante. […]. Jamais o Messias é vislumbrado como redentor espiritual, expiador dos pecados do mundo”. Em breve «o tema supremo aparecerá em função exclusiva da glorificação de Israel, a ‘fé’ é a impaciente espera pela ansiada vingança sobre os Gentios. A aspiração a união com Deus, o amor de Deus e do próximo estão completamente fora destes escritos Apocalípticos, que fomentam a paixão da vingança e do domínio mundial […]. Para os Gentios os Apocalípticos são implacáveis: toda compaixão por eles passaria por debilidade na fé. […]. Os ‘videntes’ da Apocalíptica enraivecem, com voluptuosidade feroz e ódio insaciável  Os “apocalipses” assumem um lugar decisivo na odiosa propaganda contra os Gentios; são armas de guerra […]; ao contrário do Evangelho (Mt. VI, 34), a religião Apocalíptica tem uma só preocupação e ânsia: o Futuro […] os Impérios dos Gentios se aniquilarão um após o outro até que o domínio universal não passe a Israel». Daí resulta «o particularismo judaico  condenado pelo Evangelho. O mais ambicioso nacionalismo encarece as suas pretensões. Os Gentios são mais desprezadas e odiados do que nunca: o fosso entre Israel e esses se transforma em um abismo». Segundo alguns exegetas (J. Klausner) a Apocalíptica “atua como um elo de ligação entre o Velho Testamento e o Talmude” e o “seu esoterismo se aproxima da Cabala (Romeo/Spadafora, cit.). Todavia, especifica Monsenhor Romeo, «a Apocalíptica falsificou o Velho Testamento e, abaixando o ideal messiânico dos Profetas, obstruiu as vias do Evangelho e preparou os Judeus para rejeitar Jesus. Apresentando um Messias que restaura em Israel a independência política e lhe procura o domínio universal, a Apocalíptica acentuou o particularismo nacionalista e impulsiona Israel a rebelião contra Cristo e contra Roma, e então ao desastre».

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 78
      d. CURZIO NITOGLIA 10 de julho de 2012 [Tradução: Gederson Falcometa] http://www.doncurzionitoglia.com/consegne_ai_militanti.htm     “É todo um mundo que deve ser refeito, a partir do fundamento, transformando-lhe de selvático em humano e de humano em divino, isto é, segundo o Coração de Deus” (Pio XII, 10 de fevereiro de…
    Tags: de, é, que, não, do, se, os, um, para, nitoglia
  • 72
      PADRE CURZIO NITOGLIA 19 de dezembro de 2009 http://www.doncurzionitoglia.com/scienza_politica_tomistica.html [Tradução: Gederson Falcometa] Publicado originalmente no SPES - SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOCIOPOLÍTICOS SANTO TOMÁS DE AQUINO “A prudência em relação ao bem comum se chama política” (S. Th., II-II, q. 47, a. 10, in corpore)   Política como “prudência social” A…
    Tags: que, de, não, é, um, do, se, para, nitoglia, curzio
  • 70
      Don Curzio Nitoglia [Tradução: Gederson Falcometa]   A natureza da autoridade A sociedade é uma união moral de muitos homens, para agir em vista do bem comum. A causa final da sociedade é o bem estar comum temporal; a causa material são as pessoas; a causa eficiente é Deus…
    Tags: de, que, é, não, do, os, se, para, um, nitoglia
  • 70
      d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 21 de maio de 2011  http://www.doncurzionitoglia.com/miglioramento_carattere_temperam.htm O CARÁTER   Natureza do caráter O caráter é o modo de ser habitual de um homem, que o distingue dos outros e lhe dá uma personalidade intelectual, moral, e psicológica propriamente sua. O caráter é distinto…
    Tags: de, é, não, do, que, se, um, os, curzio, don
  • 70
    DON CURZIO NITOGLIA [tradução: Gederson Falcometa] 20 abril 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/Principe_Cristiano_Vs_Principe_Machiavelli.htm Introdução Maquiável, depois de Dante e mais que Dante, nega a ordem política indicada por S. Tomás no De regimine principum. O Aquinate quis reunir a Sociedade a Deus, Maquiável queria uma política autônoma da moral e de Deus. O príncipe…
    Tags: que, de, os, é, do, não, se, para, curzio, nitoglia
  • 68
    DON CURZIO NITOGLIA 6 de março de 2010 [Tradução: Gederson Falcometa] http://www.doncurzionitoglia.com/PioXII_e_scomunica_comunismo.htm Introdução: justiça e atualidade da condenação Pio XII, através da Sagrada Congregação do Santo Oficío emanou três documentos sobre a natureza do comunismo e a sua incompatibilidade com o cristianismo. 1º)Um ‘Decreto geral” (1º de julho de 1949),…
    Tags: de, que, é, do, um, não, se, os, para, nitoglia
  • 64
    CONDITIO SINE QUA NON PARA A INSTAURAÇÃO  DO REINO SOCIAL DE CRISTO d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 19 agosto 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/uomo_animale_politico.htm   Contra o erro ‘por defeito’ do Liberalismo-laicista e ‘por excesso’ do Angelismo-clericalista Atualidade do problema São Pio X na Carta Encíclia Iucunda Sane (Março de 1904) explica que,…
    Tags: de, é, não, que, do, se, curzio, nitoglia, don
  • 63
    TEMAS DO SERMÃO Evangelho do primeiro domingo após o Natal do Senhor: "José e Maria...", que é dividido em três partes. No primeiro tema do sermão, sobre a graça e a glória de Jesus Cristo, como está escrito: "Aprende onde está a sabedoria". O primeiro tema, sobre a pobreza, como…
    Tags: que, de, é, do, os, para
  • 63
    Miguel Ayuso PADRE CURZIO NITOGLIA 7 de julho de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/forma_societa_stati_liberta_reli.htm   [Tradução: Gederson Falcometa]   Publicado originalmente no SPES – SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOCIOPOLÍTICOS SANTO TOMÁS DE AQUINO     •  “A heresia de um indivíduo, com o laicismo liberal, torna-se social e política” (M. Ayuso)   • “Da forma dada à…
    Tags: de, que, não, é, nitoglia, curzio, don
  • 62
      DON  CURZIO  NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 31 marzo 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/conciliarismo_e_gallicanesimo.htm         Concílio de Constança   “Roma é o ultimo refúgio daqueles que erraram e se arrependeram contra a dureza daqueles que pensam não ter nunca errado”.   O Conciliarismo ·        É um erro eclesiológico, segundo o qual o…
    Tags: de, do, que, é, não, nitoglia, curzio, don
  • 62
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução:Gederson Falcometa] 3 de agosto de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/chiesa_cattolica_e_s_agostino.htm Prólogo Monsenhor Brunero Gherardini publicou o seu mais recente trabalho: Católica. Contornos da eclesiologia agostiniana (Torino, Lindau, 2011) [1]. Onde reassume a sua atividade seja de professor de eclesiologia na Lateranense em 1968, seja de Autor de estudos recentes…
    Tags: de, é, não, os, se, nitoglia, curzio, don
  • 61
        A tese de Cassiciacum  O Papado material Para um debate sereno    Don Curzio Nitoglia [Tradução: Gederson Falcometa]   «Nesta passagem do Evangelho de Marcos (VI, 47-56) está escrito justamente que a Nave (ou seja, a Igreja) se encontrava no meio do mar, enquanto Jesus estava sozinho em…
    Tags: de, não, que, é, curzio, nitoglia, don
  • 60
      In memoria di Shahbaz Bhatti   d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 23 marzo 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/vera_e_falsa_caritas.htm http://youtu.be/G-ki-HQ2Fv0 Prólogo Hoje se fala muito, talvez até mesmo demais, de “caridade” (“muito dela se  fala e menos dela se tem”, diz o provérbio). Mas que coisa é a verdadeira Caridade? No presente…
    Tags: de, que, é, não, se, do, nitoglia, don, curzio
  • 60
    Comentário as 24 Teses do tomismo:  PRÓLOGO   d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 12 de dezembro de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/le_xxiv_tesi_del_tomismo.htm   “Ecclesia edixit doctrinam Thomae esse suam” (Bento XV, Encíclica Fausto appetente die, 1921). ‘AS XXIV TESES DO TOMISMO’ CONTÉM A ESSÊNCIA DA FILOSOFIA TOMISTA E NOS COLOCAM EM ALERTA…
    Tags: de, nitoglia, curzio, don
  • 59
     DON CURZIO NITOGLIA 19  de agosto de 2009[Tradução: Gederson Falcometa]Publicado originalmente noSPES –SEMINÁRIO DE ESTUDOSSOCIOPOLÍTICOSSANTO TOMÁS DE AQUINO http://www.doncurzionitoglia.com/Dante_Alighieri_DeMonarchia.htm   Dante, em De Monarchia, é um um dos precursores do Príncipe de Maquiável. Esta frase pode surpreender, mas, se se estudar bem o problema, as coisas se fazem claras. Para Étienne Gilson, segundo Dante “O imperador não…
    Tags: de, que, do, se, nitoglia, curzio, don
  • 59
      PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa} 27 de junho de 2009 http://www.doncurzionitoglia.com/mezze_veritas.htm Monsignor Henri Delassus  dizia: «Hoje mais que nunca é preciso dizer a verdade, sem subterfúgios e sem hábeis estratégias. [...] A moral é que as verdades diminuídas não são a Verdade e apenas a Verdade leva consigo a vida; e apenas…
    Tags: de, que, nitoglia, curzio, don
  • 59
    - PRIMEIRA  PARTE - PRIMEIRA  PARTE SECONDA e TERZA  PARTE QUARTA  PARTE   d. Curzio Nitoglia 29 de abril de 2011 [Tradução: Gederson Falcometa] http://www.doncurzionitoglia.com/devozione_spirito_santo.htm   A devoção ao Espírito Santo -Primeira Parte-     Comumente se considera que, a devoção ao Espírito Santo seja qualquer coisa  reservada as almas…
    Tags: que, de, é, do, não, os, nitoglia, curzio, don
  • 57
      d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 8 de agosto de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/bene_del_tutto_e_della_parte.htm “Civitas propter cives, non cives propter civitatem” ·Contra o comunitarismo (“o bem de todos”) a sã filosofia ensina que a Sociedade não é o Fim absoluto, o bem ao qual os cidadãos são ordenados, mas a Sociedade…
    Tags: é, de, do, que, não, para, um, nitoglia, curzio, don
  • 57
    A "Tese de Cassiciacum" é ainda absolutamente certa? PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] Velletri, 6 luglio 2008 http://www.doncurzionitoglia.com/TesIncerta.htm Advertência Tendo abandonado – publicamente – as conclusões jurídicas da “Tese de Cassiciacum” (7-8 de dezembro de 2006) para chegar ao “Sim Sim Não Não” em Veletri (7 de janeiro de 2007), me senti,…
    Tags: de, que, não, se, curzio, nitoglia, don
  • 56
    d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] Depois do artigo sobre o “Neo-Donatismo”, alguns leitores me colocaram a questão, se é licito ir a Missa celebrada pelos sacerdotes sedevacantistas. Parece-me (não me reputo infalível e não tenho nenhuma jurisdição para obrigar quem quer que seja, exprimo apenas uma opinião pessoal) que,…
    Tags: de, se, não, os, é, nitoglia, curzio, don
  • 55
    ESPIRITUALIDADE CATÓLICA E RELIGIOSIDADE ORIENTALIZANTE d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 25 agosto 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/falso_misticismo_e_vera_mistica.htm   O falso misticismo Já falamos da verdadeira mística[1] neste site (v.***). No presente artigo resta ver qual é a sua falsificação, que é o falso misticismo. Este perverte sobretudo a verdadeira noção do estado…
    Tags: de, que, do, é, não, um, com, nitoglia, don, curzio
  • 55
    Dom Romolo Murri, Dom Luigi Sturzo e Alcide De Gasperi d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 24 giugno 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/democrazia_cristiana_e_modernism.htm A questão democristã Dom Dário Composta escreve: “O modelo ideal “DC” se pode definir [...] como política progressista e aconfessional”(1). Essa é um partido de centro que olha à esquerda, como dizia…
    Tags: de, que, do, nitoglia, curzio, don
  • 53
        [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 22 de julho de 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/salazar_filosofo_e_uomo.htm        “Ai dos povos que não suportam a superioridade de seus grandes homens! Mais desventurados ainda aqueles onde a política não é ordenada de modo a permitir  aos homens de raro valor a…
    Tags: de, que, do, não, se, é
  • 53
    d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] O paganismo (1) nega a liberdade humana, a onipotência criadora e a providência divina, em mundo governado pelo destino. Para o cristianismo – ao contrário – a história esta nas mãos de Deus onipotente que toma cuidado do mundo, conduzindo a humanidade, através de…
    Tags: de, que, não, é, do, os
  • 53
       Don Curzio Nitoglia [Tradução: Gederson Falcometa] PRIMEIRA PARTE A ASSISTÊNCIA A MISSA TRADICIONAL   A posição da “La Tradizione Cattolica” “La Tradizione Cattolica”, orgão oficial do 'Distrito Italiano' da 'Fraternidade Sacerdotal  São Pio X' (de agora em diante 'FSSPX') no n.° 86, 1/2013 (pg. 21) afirma: “Quanto a Missa…
    Tags: de, que, não, se, curzio, nitoglia, don

Martin, o “resignation protocol” e o NWO

 

Fides et forma – Francesco Colafemina

 

[Tradução: Gederson Falcometa]

clip_image001

Um secretário de Estado que incita repetidamente o Papa a assinar um “protocolo de renúncia ao Papado”. Uma Igreja destruída pelos inimigos no seu interior. O escândalo da pedofilia, com um dos seus centros na diocese de Century City (Los Angeles). Forças internacionais interessadas em mudar o magistério da Igreja e a enfraquecer o Papado. Um Papa que deve demitir-se sob as pressões dos instauradores da Nova Ordem Mundial.

Não, não é a realidade destes dias, mas a terrível história do controvertido jesuíta Malachi Martin desaparecido em 1999 e contido no seu romance de que já falei no passado: Windswept House.

Traduzo algumas iluminantes passagens deste extraordinário romance. Enquanto isso, rezemos pelo Papa.

***

Ao Papa (o Papa Eslavo o define Martin, pensando obviamente em João Paulo II) é entregue um dossiê reservado que coloca a luz as distorções e os verdadeiros e próprios crimes cometidos por tantos clérigos no mundo. Isto acontece, enquanto a pressão mundialista para que a Igreja, através de um pronunciamento magisterial do Papa, proclame algumas reconsiderações da ética católica. Ao mesmo tempo, o Papa já ancião e doente, vem incitado por um pequeno círculo de Cardeais a renunciar afim de lhes confiar a tarefa de nomear um Papa mais “compatível” com as exigências do “mundo”.

“Homossexualismo e satanismo estavam entre os vírus mais antigos insinuados no corpo político da Igreja. A diferença era que agora dado de fato que a atividade homossexual e satânica tinha obtido um novo status no interior daquele corpo político. Em alguns setores da Igreja os seus membros eram vindos das periferias e reclamavam ser representados na praça pública da vida da Igreja. A sua aparente aceitabilidade entre seus colegas e associados era um sinal que todos os implicados neste processo tinham cessado de crer nos ensinamentos da Igreja. Alguns eram tidos tão alheios ao catolicismo, que não poderiam mais ser incluídos entre os Católicos. E ainda nenhum deles queria sair da Igreja, como tinha feito Martinho Lutero. E nenhum deles queria nem mesmo viver de algum modo na Igreja de acordo com as suas regras e a sua doutrina, como tinha feito Erasmo.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 73
    Unavox/Agosto 2012 A graça de estado De Padre... um sacerdote da Fraternidade [Tradução: Gederson Falcometa] A maior parte daqueles que acreditam ter, o dever de defender a política de Menzingen, ultimamente tem utilizado o argumento da obediência ao Superior, em razão da sua graça de estado. De que se trata?…
    Tags: de, que
  • 62
      d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de abril de 2012 http://www.doncurzionitoglia.com/pace_anima2.htm     SEGUNDA PARTE * A aceitação de si   ·         Muitas vezes temos dificuldade de aceitar a vontade de Deus, queremos fazer aquilo que gostamos, mas algumas circunstâncias que não nos agradam se apresentam a nossa…
    Tags: de, que, não, os
  • 62
      São Leão Magno Sermão n° 23: «Natal do Senhor» Já muitas vezes, caríssimos, ouvistes falar e fostes instruídos a respeito do mistério da solenidade de hoje; porém, assim como a luz visível enche sempre de prazer os olhos sadios, também aos corações retos não cessa de causar regozijo a…
    Tags: que, de, não
  • 61
    Extrato do Capítulo XIII Em quais coisas a Igreja não é infalível   Do livro: Da opinião ao Dogma 15 de agosto de 1953 Padre Sisto Cartechini, S. J. [Tradução: Gederson Falcometa]     Milagres, aparições e relíquias   Especialmente entorno aos milagres antigos, não aqueles narrados na Sagrada Escritura, são transmitidos…
    Tags: de, não, igreja, que
  • 59
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, não
  • 59
    d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] O paganismo (1) nega a liberdade humana, a onipotência criadora e a providência divina, em mundo governado pelo destino. Para o cristianismo – ao contrário – a história esta nas mãos de Deus onipotente que toma cuidado do mundo, conduzindo a humanidade, através de…
    Tags: de, que, não, os
  • 57
      Uma pessoa me enviou o link, para o texto de um amigo que critica a afirmação de que a posição do Padre Cardozo “não existe nada de católico na Igreja Conciliar” é uma forma de sedevacantismo absoluto (eclesiavacantismo). O texto foi escrito por um amigo, que também julgo não…
    Tags: que, não, de
  • 57
    Esta sentença de Santo Tomás se enquadra bem a Cassani, naquilo que diz respeito a liberdade de religião e de culto, que ele propõe em sua obra [1]. O erro...
    Tags: de, que, não
  • 56
      O Padre Cardozo, ele próprio é a imagem do caos que instaurou, como podemos ler: Em 2014 era contra os milagres fora da Igreja; Em novembro de 2015 aceitava; Em dezembro do mesmo ano passado, mudou de idéia de novo. Se o Padre Trincado não tivesse dado a conhecer…
    Tags: de, que, não
  • 54
    Gederson Falcometa De fato a Resistência vive dias de confusão e discórdia. A razão dessa discórdia é exatamente que a polêmica dos milagres, não teve fim, aja vista que, o amigo Augusto, autor do texto, que agora comento, ainda toca nela. Nós que defendemos a possibilidade de Milagres fora da…
    Tags: que, de, não, igreja
  • 53
        De Padre Giuseppe Pace [Tradução: Gederson Falcometa]   Este artigo foi escrito pelo já falecido Padre Giuseppe Pace em 1978, que depois foi publicado no volume Zibaldone (de Frei Galdino da Pescarenico, Editiones Sancti Michaelis, pg. 42-45). Apesar de o artigo ressentir de elementos ligados ao tempo em…
    Tags: de, que, não
  • 53
       Gederson Falcometa “Para que, tanto o que dá os Exercícios como o que os recebe, se ajudem mutuamente e tirem maior proveito, deve-se pressupor que todo bom cristão está mais pronto a salvar uma proposição do próximo do que a condená-la. Se não pode justifica-la, pergunte como é que…
    Tags: de, não, os
  • 52
    Gederson Falcometa A confusão e a desordem seguem de vento em popa no apostolado do Padre Cardozo. Agora veio a público a exigência da assinatura de um termo de adesão ao catolicismo [1]. Lembrou muito bem um amigo, que como prescreve o CDC de 1917 [2], um herege, um apóstata…
    Tags: de, que, igreja
  • 52
    DON CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 16 febbraio 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/sionismo_trionfo_e_fine_israele.htm ·         Saiu em 2005, traduzido do original em língua inglesa (2004), um interessante livro, ainda que não condivisível in toto, de Yakov M. Rabkin [1], professor do Departamento de História da Universidade de Montreal, visiting scholar em Yale University e…
    Tags: de, que, os, um
  • 50
    A “REGRESSÃO” JUDAIZANTE DO VATICANO II: A “MENTIRA” DO JUDEU-CRISTIANISMO   DON CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 6 de fevereiro de 2010 Publicado originalmente no SPES http://www.doncurzionitoglia.com/menzogna_del_giudeocristianesimo.htm                                                               Prólogo   Saiu recentemente em italiano um interessante livro do rabino Jacob Neusner [1], que volta a 1991 (Jews and…
    Tags: de, que, não
  • 50
    Pio XI, a Mit brennender Sorge (1937) e Pio XII   [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 19 de outubro de 2009 http://www.doncurzionitoglia.com/chiesa_e_nazismo.htm     O que é uma concordata? Quando a Santa Sé estipula uma concordata com um governo, quer apenas premunir os católicos sujeitos àquele governo de…
    Tags: de, que, não
  • 50
        [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 22 de julho de 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/salazar_filosofo_e_uomo.htm        “Ai dos povos que não suportam a superioridade de seus grandes homens! Mais desventurados ainda aqueles onde a política não é ordenada de modo a permitir  aos homens de raro valor a…
    Tags: de, que, não
  • 50
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de julho de 2012 http://www.doncurzionitoglia.com/pigrizia_e_abbattimento_difetti.htm “São vivificados pelo Espírito aqueles que não atribuem ao próprio eu toda ciência que sabem e desejam saber, mas a referem, com a palavra e o exemplo, ao Altíssimo Deus, ao qual pertence todo bem” (S. Francisco de…
    Tags: de, que, não, os
  • 50
    TEMAS DO SERMÃO Evangelho do primeiro domingo após o Natal do Senhor: "José e Maria...", que é dividido em três partes. No primeiro tema do sermão, sobre a graça e a glória de Jesus Cristo, como está escrito: "Aprende onde está a sabedoria". O primeiro tema, sobre a pobreza, como…
    Tags: que, de, os

MUNDIALISMO, BENSON, ORWELL E O CARDEAL NEWMAN – 2a parte

Orwell 1984 – Newman e liberalismo

d. CURZIO NITOGLIA

[Tradução: Gederson Falcometa]

28 dicembre 2010

http://www.doncurzionitoglia.com/mondialismo_orwell_e_newman.htm

 

 

a) GEORGE ORWELL “1984”

clip_image001

Prologo

Em 1903 Eric Arthur Blair, verdadeiro nome de George Orwell, nasce em Bengala, onde o pai é funcionário estatal do Reino Unido. Em 1904 retorna a Inglaterra com a mãe. Em 1922 se alista na Polícia imperial indiana em Birmânia. Em 1936 se inscreve no Partido socialista inglês e parte voluntário para ajudar os “vermelhos” na guerra civil espanhola. Porém, ali é perseguido pelos comunistas stalinistas, porque ele é trotzkista; em 1939 é expulso da Espanha como anárquico pelos “vermelhos” (e não por Franco). Em 1946 inicia a elaboração do seu ultimo romance “1984” que desejou intitular “O ultimo homem da Europa” [1]; o termina pouco antes de morrer em Londres em 21 de janeiro de 1950. A sua formação socialista idealista e utopista o acompanhou por toda a vida. O próprio estilo do romance  lhe ressente: não é muito brilhante, antes é comparável a periferia das grandes metrópoles hodiernas, falta esperança, é sombrio e angustiante. Todavia ele intuiu que a sociedade estava se encaminhando para uma homologação e homogeneização mundialista e globalizante, para ele cumprida, porém, pelo comunismo real soviético ou estalinista e não pelo liberalismo maçônico, como para Benson e Newman. O romance é interessante, mas falta a visão teológica da história; capta apenas a dimensão socioeconômica e o lado desumano e totalitário do comunismo absolutista soviético. Os traços que para Orwell caracterizam a sociedade mundialista do futuro “1984” (para Benson foi o “1989”) são o totalitarismo, a perda da memória histórica, a falsificação de todo traço histórico, a perda do contato com o real, a corrupção da linguagem através do barbarismo e neologismos de péssimo gosto, a anulação da identidade do individuo, que se perde na sociedade universal. Todavia permanece um ultimo homem livre, que, porém, será aniquilado sem alguma esperança (da qual como socialista o Autor estava totalmente privado) do poder anônimo da “nova ordem mundial” e da massificação totalitarista.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 76
        [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 22 de julho de 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/salazar_filosofo_e_uomo.htm        “Ai dos povos que não suportam a superioridade de seus grandes homens! Mais desventurados ainda aqueles onde a política não é ordenada de modo a permitir  aos homens de raro valor a…
    Tags: de, que, do, em, não, se, é
  • 74
      D. CURZIO NITOGLIA 20 de dezembro de 2011 [Tradução: Gederson Falcometa] http://www.doncurzionitoglia.com/fase_2_giudeo_cristianesimo.htm Avan-propósito ·        Antes do Vaticano II a distinção e contraposição entre Cristianismo e Judaísmo talmúdico ou pós-bíblico era pacífica. Infelizmente a distinção não só se enfraqueceu devagar (com João XXIII) mas foi revertida com Nostra Aetate e pelo ensinamento de…
    Tags: de, que, do, é, em, não, um, uma, mundialismo
  • 69
    A “REGRESSÃO” JUDAIZANTE DO VATICANO II: A “MENTIRA” DO JUDEU-CRISTIANISMO   DON CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 6 de fevereiro de 2010 Publicado originalmente no SPES http://www.doncurzionitoglia.com/menzogna_del_giudeocristianesimo.htm                                                               Prólogo   Saiu recentemente em italiano um interessante livro do rabino Jacob Neusner [1], que volta a 1991 (Jews and…
    Tags: de, do, que, é, em, não
  • 66
      “Quem não está disposto a arriscar-se por suas ideias, ou não vale nada ou não aplica nada de suas ideias”  (Ezra Pound) Don Curzio Nitoglia [Tradução: Gederson Falcomenta]  Publicado originalmente no SPES – SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOCIOPOLÍTICOS SANTO TOMÁS DE AQUINO O caro amigo Dr. Domenico Savino, em 8…
    Tags: de, que, é, não, se, em, com, para, por
  • 65
    d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] O paganismo (1) nega a liberdade humana, a onipotência criadora e a providência divina, em mundo governado pelo destino. Para o cristianismo – ao contrário – a história esta nas mãos de Deus onipotente que toma cuidado do mundo, conduzindo a humanidade, através de…
    Tags: de, que, não, é, do, uma
  • 64
    TEMAS DO SERMÃO Evangelho do primeiro domingo após o Natal do Senhor: "José e Maria...", que é dividido em três partes. No primeiro tema do sermão, sobre a graça e a glória de Jesus Cristo, como está escrito: "Aprende onde está a sabedoria". O primeiro tema, sobre a pobreza, como…
    Tags: que, de, é, do, para
  • 63
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 20 de Julho de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/dottrina_sociale_pio_xii.htm    “Em todas as partes hoje a vida das Nações foi desintegrada pelo culto cego do valor numérico” (Pio XII, Radiomensagem 24.12.1944)   Proêmio   Já vimos qual é a concepção política clássica e escolástica. Agora devemos ver…
    Tags: de, que, é, não, do, um, se
  • 62
      PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de abril de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/matrimonio_amore_caritas.htm * ·         Depois de ter visto o que é a verdadeira Caridade sobrenatural e tê-la distinta antes de tudo do amor natural (que é bom mas imperfeito) e sobretudo do erotismo freudiano, que hoje invadiu todas as…
    Tags: de, que, é, não, se, do, para, em
  • 62
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de julho de 2012 http://www.doncurzionitoglia.com/pigrizia_e_abbattimento_difetti.htm “São vivificados pelo Espírito aqueles que não atribuem ao próprio eu toda ciência que sabem e desejam saber, mas a referem, com a palavra e o exemplo, ao Altíssimo Deus, ao qual pertence todo bem” (S. Francisco de…
    Tags: de, que, do, se, é, com, não, para
  • 61
        PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 27 de junho de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/matrimonio_bellezza_e_serieta.htm * No sentimentalismo se busca a “consolação sensível”, ou seja, o “prazer” e se pode cair fácilmente na desordem ascética (aparicionismo) e moral. Esta é a consequência prática do erro ascético do Americanismo ou teórico do…
    Tags: de, que, é, se, não, do, um, em, para
  • 61
    Se nos revoltamos ou fazemos finta de não ver o mal que está diante de nós, perdemos a paz. Se ao invés o aceitamos e o sublimamos com a Fé e a Caridade...
    Tags: de, não, que, é, se, do, em
  • 61
      d. CURZIO NITOGLIA 10 de julho de 2012 [Tradução: Gederson Falcometa] http://www.doncurzionitoglia.com/consegne_ai_militanti.htm     “É todo um mundo que deve ser refeito, a partir do fundamento, transformando-lhe de selvático em humano e de humano em divino, isto é, segundo o Coração de Deus” (Pio XII, 10 de fevereiro de…
    Tags: de, é, que, não, do, se, um, para, em
  • 61
    Pio XI, a Mit brennender Sorge (1937) e Pio XII   [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 19 de outubro de 2009 http://www.doncurzionitoglia.com/chiesa_e_nazismo.htm     O que é uma concordata? Quando a Santa Sé estipula uma concordata com um governo, quer apenas premunir os católicos sujeitos àquele governo de…
    Tags: de, que, do, uma, em, não
  • 59
      São Leão Magno Sermão n° 23: «Natal do Senhor» Já muitas vezes, caríssimos, ouvistes falar e fostes instruídos a respeito do mistério da solenidade de hoje; porém, assim como a luz visível enche sempre de prazer os olhos sadios, também aos corações retos não cessa de causar regozijo a…
    Tags: que, de, do, não, em
  • 58
    Gederson Falcometa De fato a Resistência vive dias de confusão e discórdia. A razão dessa discórdia é exatamente que a polêmica dos milagres, não teve fim, aja vista que, o amigo Augusto, autor do texto, que agora comento, ainda toca nela. Nós que defendemos a possibilidade de Milagres fora da…
    Tags: que, de, não, é, do, se
  • 57
      PADRE CURZIO NITOGLIA 19 de dezembro de 2009 http://www.doncurzionitoglia.com/scienza_politica_tomistica.html [Tradução: Gederson Falcometa] Publicado originalmente no SPES - SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOCIOPOLÍTICOS SANTO TOMÁS DE AQUINO “A prudência em relação ao bem comum se chama política” (S. Th., II-II, q. 47, a. 10, in corpore)   Política como “prudência social” A…
    Tags: que, de, não, é, um, em, do, uma, se, para
  • 57
        De Padre Giuseppe Pace [Tradução: Gederson Falcometa]   Este artigo foi escrito pelo já falecido Padre Giuseppe Pace em 1978, que depois foi publicado no volume Zibaldone (de Frei Galdino da Pescarenico, Editiones Sancti Michaelis, pg. 42-45). Apesar de o artigo ressentir de elementos ligados ao tempo em…
    Tags: de, que, se, não, é
  • 56
    Dois amores, duas cidades: Via modernorum I Gustavo Corção A infiltração nominalista na Civilização Ocidental Moderna. Antes de iniciarmos o exame dos diversos aspectos da Civilização Ocidental Moderna, convém determo-nos na consideração mais acurada e mais abstraia dos principais fatores desse importante período da história. Atrás dissemos que o triunfo…
    Tags: de, se, em, é, um, uma
  • 55
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, não, se
  • 55
    Extraído do livro Getsemani  Cardeal Giuseppe Siri [Tradução: Gederson Falcometa] Se voltamos atrás a quarenta anos, veremos nos escritos de alguns teólogos , um renovado interesse acerca da relação entre aquilo que se chamava, até então, ordem natural e ordem sobrenatural. É indispensável entender que isto não é um argumento…
    Tags: de, que, do, é, em, não, para
  • 55
    La Civiltà Cattolica anno 59° vol. 2 (fasc. 1388, 10 aprile 1908), Roma 1908 pag. 170-187.                                        I. A contradição teórica e a hipocrisia prática inerente por necessidade lógica a absurdidade do modernismo – como acenávamos nos precedentes artigos1, comprovando as afirmações da encíclica com os testemunhas de chefes de…
    Tags: de, que, do, se, é
  • 54
      d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de abril de 2012 http://www.doncurzionitoglia.com/pace_anima2.htm     SEGUNDA PARTE * A aceitação de si   ·         Muitas vezes temos dificuldade de aceitar a vontade de Deus, queremos fazer aquilo que gostamos, mas algumas circunstâncias que não nos agradam se apresentam a nossa…
    Tags: de, que, não, é, com
  • 53
    Esta sentença de Santo Tomás se enquadra bem a Cassani, naquilo que diz respeito a liberdade de religião e de culto, que ele propõe em sua obra [1]. O erro...
    Tags: de, que, é, não, se
  • 53
    DON CURZIO NITOGLIA [tradução: Gederson Falcometa] 20 abril 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/Principe_Cristiano_Vs_Principe_Machiavelli.htm Introdução Maquiável, depois de Dante e mais que Dante, nega a ordem política indicada por S. Tomás no De regimine principum. O Aquinate quis reunir a Sociedade a Deus, Maquiável queria uma política autônoma da moral e de Deus. O príncipe…
    Tags: que, de, é, do, não, se, para, em
  • 52
    CONDITIO SINE QUA NON PARA A INSTAURAÇÃO  DO REINO SOCIAL DE CRISTO d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 19 agosto 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/uomo_animale_politico.htm   Contra o erro ‘por defeito’ do Liberalismo-laicista e ‘por excesso’ do Angelismo-clericalista Atualidade do problema São Pio X na Carta Encíclia Iucunda Sane (Março de 1904) explica que,…
    Tags: de, é, não, que, do, se, em, por

O esquema preparatório sobre a liberdade religiosa

Liberdade religiosa: documentos para um “status quaestionis”

Disputationes Theologicae

Um obstáculo teológico

 

A ultima exposição completa da doutrina tradicional da “tolerância” antes da votação sobre a “liberdade religiosa”

 

O texto que segue, extraído das Documenta Concílio Oecumenico Vaticano II amparando a Constitutio De Ecclesia, c. 9, faz parte dos arquivos públicos do Vaticano II e da sua preparação que, até agora tem permanecido praticamente ignorada. Talvez a maneira muitas vezes ideológica com a qual se trata a história conciliar contribuiu para o seu “sepultamento”.

Entre o anúncio do Concílio, em 15 de janeiro de 1959 e a sua abertura em 11 de outubro de 1962, uma intensa atividade teve lugar no seio de doze comissões e três secretarias encarregadas de preparar os textos que seriam discutidos pelos bispos.

A elaboração dos documentos dogmáticos sobre a Igreja, o depósito da fé, as fontes de revelação, a moral social e individual, foi confiada a Comissão teológica presidida pelo Cardeal Alfredo Ottaviani, que na época dirigia o Santo Ofício. Tratava-se das constituições destinadas a formar a espinha dorsal da assembleia em preparação.

À medida que os trabalhos avançavam, fortíssimas tensões se manifestavam entre a Comissão Teológica e o Secretariado pela unidade dos cristãos, presidida pelo Cardeal Agostino Bea, este tinha acrescentado ao projeto sobre o ecumenismo, do qual era encarregado, alguns desenvolvimentos sobre a liberdade religiosa. A questão teórica central debatida era a questão da relação entre a Igreja e o Estado: essa foi tratada tanto pelo esquema sobre a Igreja, no capítulo 9, como por aquele sobre a liberdade religiosa, originariamente sob um título praticamente idêntico nos dois textos, mas segundo inspirações diametralmente opostas.

O texto do Secretariado para a unidade, derivante daquele que foi chamado o Documento de Friburgo substituía a doutrina tradicional da tolerância possível no trato com o erro por aquela do direito a liberdade. Quando foi apresentado diante da Comissão preparatória central, em junho de 1962, um certo número de membros a declararam inaceitável pela doutrina católica, baseada nos pronunciamentos do magistério a partir do fim do século XVIII. A Comissão teológica havia da sua parte precisado o conteúdo do capítulo 9 do De Ecclesia para regular o problema da liberdade religiosa, partindo dos princípios. Segundo uma séria hipótese este texto não seria outro que a recuperação por parte do Padre Gagnebet, encarregado da redação, de um documento que havia já preparado para o Santo Ofício em 1958. Este escrito devia condenar as idéias de Jacques Maritain e de Jon Courtney Murray. Apenas a morte de Pio XII lhe havia impedido a publicação [1]. Seria esta a última condenação da liberdade religiosa antes do Vaticano II.

Decide-se reunir, nos três meses que restavam antes da abertura do Vaticano II, uma comissão mista (membros da Comissão teológica e membros do Secretariado pela unidade) que, de fato, não se reuniu nunca. Por outro lado, qual compromisso poderia ter elaborado?

Então, tudo teria se desenvolvido duranto o Concílio: o capítulo 9 do De Eccesia teria sido aprovado e então teria invalidado o texto sobre a liberdade religiosa, ou este ultimo teria sido votado e a doutrina do capítulo 9 teria perecido.

Se pode tranquilamente afirmar que qualquer um desses representava respectivamente a ponta afiada de dois projetos opostos concernentes ao Concílio que estava para abrir-se. Como é notável, durante a primeira sessão, no outono de 1962, “a escola teológica romana”, segundo expressão em voga na época, foi imediatamente colocada em minoria e consequentemente, o conjunto dos esquemas preparados pela Comissão teológica, foi varrido sem serem examinados. O texto sobre a liberdade religiosa do Secretariado para unidade permanecia então, sem um concorrente. Esse foi adotado em 7 de dezembro de 1965.

Propomos aqui a tradução do Capítulo 9 do De Ecclesia na sua ultima redação, isto é, tal como foi colocado nas mãos dos Padres conciliares, antes da abertura da assembleia, e que constituí de tal modo uma espécie de limite: com todo o seu aparato de referência, que estimo útil reproduzir lhe integralmente, essa é a ultima e certamente a melhor síntese daquilo que foi a doutrina da Igreja sobre a questão até ao Concílio.

Abbé Claude Barthe

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 58
    Don Curzio Nitoglia 27 de maio de 2011 [Tradução Gederson Falcometa] http://www.doncurzionitoglia.com/liberta_religiosa_e_tradizione.htm     O Decreto sobre a Liberdade Religiosa(Dignitatis humanae, 7 de dezembro de 1965) é uma contradição com a tradição apostólica e o magistério constante da Igreja resumido no Direito Público Eclesiástico. .  Se veja S. Gregorio Nazianzeno (+…
    Tags: de, que, religiosa, liberdade
  • 53
    Unavox/Agosto 2012 A graça de estado De Padre... um sacerdote da Fraternidade [Tradução: Gederson Falcometa] A maior parte daqueles que acreditam ter, o dever de defender a política de Menzingen, ultimamente tem utilizado o argumento da obediência ao Superior, em razão da sua graça de estado. De que se trata?…
    Tags: de, que
  • 52
      La Civiltà Cattolica, anno XLI, serie XIV, vol. VIII (fasc. 968, 8 de outubro de 1890) Roma 1890 pag. 167-182.   Liberdade de consciência     Rev. Pe. Francesco Salis Seewis S.J.  [Tradução: Gederson Falcometa] I. Verdadeira noção de liberdade de consciência. L’Opinione escrevia sob o título Liberdade de Consciência (n. 220) o que…
    Tags: de, que, liberdade, religiosa

Powered by WordPress. Designed by WooThemes

Seguir

Obtenha todo novo post entregue na caixa de entrada do seu email.

Junte-se a outros seguidores