Archive | Literatura

O Napoleão de Noting Hill: Entra um Lunático

Chesterton

Livro II

Entra um Lunático

O Rei das Fadas, que foi, presumidamente, o padrinho do rei Auberon, deve ter favorecido muito o seu fantástico afilhado neste dia em particular, pois com a entrada da guarda do superintendente de Notting Hill havia uma certa adição mais ou menos inexplicável para o seu deleite. Os trabalhadores braçais miseráveis e homens-sanduíche que levavam as cores de Bayswater ou South Kensington, contratados apenas para o dia para satisfazer o passatempo real, ficavam na sala com um ar comparativamente compungido, e uma grande parte do prazer intelectual do rei consistia no contraste entre a arrogância de suas espadas e penas e a mansa miséria de seus rostos. Mas esses alabardeiros de Notting Hill, em suas túnicas vermelhas com cinto de ouro, tinham o ar de uma gravidade absurda. Eles pareciam, por assim dizer, tomar parte da brincadeira. Eles marcharam e desfilavam em suas posições com uma quase surpreendente dignidade e disciplina.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 97
    O Napoleão de Noting Hill Chesterton Livro I Capítulo I Observações introdutórias sobre a Arte da Profecia A raça humana, a que muitos de meus leitores pertencem, diverte-se com jogos infantis desde o início dos tempos, e provavelmente vai fazê-lo até o fim, o que é um incômodo para as…
    Tags: que, de, a, hill, noting, napoleão, chesterton
  • 64
    La Civiltà Cattolica anno 11° vol. 6, serie IV, Roma 1860.   R. P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S. J.   Que me diz o leitor? A opinião é a rainha do mundo?   Este é um daqueles problemas equívocos, ao qual se pode justamente responder com um sim não menos…
    Tags: a, que, de
  • 57
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, a
  • 54
    O retorno de Dom Quixote: uma aventura picaresca em busca da humanidade perdida. Radio Spada Luca Fumagalli [Tradução: Gederson Falcometa]   “A vida é a mais extraordinária das aventuras, mas só a descobre o aventureiro” G. K. Chesterton Na verdade poucos escritores como Chesterton tem a capacidade de emocionar. Cada…
    Tags: de, a, que, chesterton
  • 53
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] Velletri, 15 de novembro de 2008 http://www.doncurzionitoglia.com/IpotesiVelletri.htm "Em questões teológicas difíceis e não definidas, deve se dar o próprio parecer com humildade e paz, conformando-se a instrução e a capacidade do ouvinte, insistindo mais na prática da Igreja, exortando a seguir o bom costume; ao invés de deixar-se…
    Tags: a, de, que
  • 52
      PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 14 de maio de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/vero_e_falso_cristianesimo.htm   ● A VERDADEIRA VIDA não consiste unica e exclusivamente em se alimentar e beber, em divertir-se e provar emoções e prazeres. Tudo isto sozinho não tem saída, não tem fim nem ideal: leva a morte sem…
    Tags: a, de, que
  • 50
      O Padre Cardozo, ele próprio é a imagem do caos que instaurou, como podemos ler: Em 2014 era contra os milagres fora da Igreja; Em novembro de 2015 aceitava; Em dezembro do mesmo ano passado, mudou de idéia de novo. Se o Padre Trincado não tivesse dado a conhecer…
    Tags: de, que, a
  • 50
     Padre Roger Thomas CalmelTradução: Gederson FalcometaMais atual do que nunca é este texto do Padre Roger Thomas Calmel, um dos primeiros sacerdotes a ter pressentido e resistido a crise na Igreja que se difundia já rapidamente nos anos 60. Neste ele mostra as grandes linhas do comportamento do católico que…
    Tags: a, que, de
  • 50
    Unavox/Agosto 2012 A graça de estado De Padre... um sacerdote da Fraternidade [Tradução: Gederson Falcometa] A maior parte daqueles que acreditam ter, o dever de defender a política de Menzingen, ultimamente tem utilizado o argumento da obediência ao Superior, em razão da sua graça de estado. De que se trata?…
    Tags: de, que
  • 50
    Gederson Falcometa De fato a Resistência vive dias de confusão e discórdia. A razão dessa discórdia é exatamente que a polêmica dos milagres, não teve fim, aja vista que, o amigo Augusto, autor do texto, que agora comento, ainda toca nela. Nós que defendemos a possibilidade de Milagres fora da…
    Tags: que, de, a
  • 50
        A Igreja e o Estado (2ª ed.) Napoles 1872, cap. I, pag. 7-21.Rev. Pe. Matteo Liberatore S.J.CONDIÇÃO DA IGREJA OPOSTA AO ESTADOCAPÍTULO I.ARTIGO I.Conceito liberalITríplice forma de tal conceitoA palavra de ordem, como se costuma dizer, do liberalismo hodierno é a emancipação do Estado da Igreja. Isto se entende de…
    Tags: a, que, de
  • 50
    PADRE CURZIO NITOGLIA[Tradução: Gederson Falcometa]20 de dezembro de 2010http://www.doncurzionitoglia.com/caritas_giustizia_politica.htm   Papa Gregorio VII“Do desprezo do bem comum ou social um pode ser induzido a todos os pecados”(S. Tommaso d’Aquino, S. Th., II-II, q. 59, a. 1). Para o ‘bom governo’, que é a verdadeira virtude de ‘prudência social’ ou seja, a política no sentido clássico…
    Tags: a, de, que
  • 50
    Gederson Falcometa A confusão e a desordem seguem de vento em popa no apostolado do Padre Cardozo. Agora veio a público a exigência da assinatura de um termo de adesão ao catolicismo [1]. Lembrou muito bem um amigo, que como prescreve o CDC de 1917 [2], um herege, um apóstata…
    Tags: de, que, a

Quando o homem X encontra a mulher Y eis que se esposam»: o amor em Giovannino Guareschi

Guareschi

Radio Spada
[Tradução: Gederson Falcometa]

«Se uma mulher te ama, tu falas e ao invés cantas.
As palavras são a música do coração»
(Observações de um alguém, “La bohème)

Tempos feios para o amor, muitas vezes reduzido a borboletas que voam no estômago (a psicologia moderna sugere que existam colônias de largatas prontas a abrirem-se em nosso estômago não, logo que nos apaixonarmos) ou a brutal posse do outro. Se se quer compreender que coisa seja realmente o amor é bom ter em mãos um dos tantos “contos de vida familiar” de Giovannino Guareschi.
O elemento fundamental no namoro é – como escreve Guareschi – o destino: «quem tem a parte mais importante é o destino: Deus lhe faz e depois lhe acompanha. Um homem X nasceu para esposar uma mulher Y. E vice-versa. Quando o homem X encontra a mulher Y eles se esposam», ou: «toda mulher esposa o seu marido e todo homem esposa a sua mulher». Explicado assim, o namoro parece uma espécie de equação e, em parte, o é. Um homem é criado para enamorar-se de uma só mulher, que deverá amar com todas as suas forças todos os dias da sua vida e pela qual deverá estar disposto a sacrificar também a própria vida. O amor de dois namorados é esculpido na eternidade do céu, como escreve – com maior delicadeza – T.S. Eliot: «te amei desde o começo do mundo, porque antes que eu e ti nascêssemos, o amor que nos uniu já existia».

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 65
    La Civiltà Cattolica anno 11° vol. 6, serie IV, Roma 1860.   R. P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S. J.   Que me diz o leitor? A opinião é a rainha do mundo?   Este é um daqueles problemas equívocos, ao qual se pode justamente responder com um sim não menos…
    Tags: a, que, de, se
  • 55
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, a, se
  • 53
        A Igreja e o Estado (2ª ed.) Napoles 1872, cap. I, pag. 7-21.Rev. Pe. Matteo Liberatore S.J.CONDIÇÃO DA IGREJA OPOSTA AO ESTADOCAPÍTULO I.ARTIGO I.Conceito liberalITríplice forma de tal conceitoA palavra de ordem, como se costuma dizer, do liberalismo hodierno é a emancipação do Estado da Igreja. Isto se entende de…
    Tags: a, que, de, se, do
  • 51
      Radio Spada [Tradução: Gederson Falcometa]  “Por que sou monárquico? Por razões históricas, por razões sentimentais, por razões práticas. Para mim, um presidente da República é sempre uma pessoa expressa por um partido e não poderei jamais considera-lo acima das partes. Não poderei jamais escutar a sua voz como a…
    Tags: de, guareschi, giovannino

O Napoleão de Noting Hill: o jogo “engane o profeta”

O Napoleão de Noting Hill

Chesterton

Livro I

Capítulo I

Observações introdutórias sobre a Arte da Profecia

A raça humana, a que muitos de meus leitores pertencem, diverte-se com jogos infantis desde o início dos tempos, e provavelmente vai fazê-lo até o fim, o que é um incômodo para as poucas pessoas crescidas. E um dos jogos prediletos é chamado deMantenha o amanhã misterioso, e que também é chamado (pelos camponeses em Shropshire, não tenho dúvida) Engane o Profeta. Os jogadores ouvem com muita atenção e respeito a tudo o que os homens inteligentes têm a dizer sobre o que deve acontecer na próxima geração. Os jogadores então esperam até que todos os homens inteligentes estejam mortos, e os enterram com respeito. Então, fazem alguma outra coisa. Isto é tudo. Para uma raça de gostos simples, no entanto, é muito divertido.

A humanidade, como uma criança, é teimosa e adora segredinhos. E desde o início do mundo nunca fez o que os sábios dizem ser inevitável. Eles apedrejaram os falsos profetas, diz-se, mas eles poderiam ter apedrejado os verdadeiros profetas com um prazer maior e mais justo. Individualmente, os homens podem apresentar uma aparência mais ou menos racional, comer, dormir, ou planejar algo. Mas a humanidade como um todo é mutável, mística, inconstante, deliciosa. Os homens são homens, mas o Homem é uma mulher.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 97
    ChestertonLivro IIEntra um LunáticoO Rei das Fadas, que foi, presumidamente, o padrinho do rei Auberon, deve ter favorecido muito o seu fantástico afilhado neste dia em particular, pois com a entrada da guarda do superintendente de Notting Hill havia uma certa adição mais ou menos inexplicável para o seu deleite.…
    Tags: que, de, a, hill, noting, napoleão, chesterton
  • 62
    La Civiltà Cattolica anno 11° vol. 6, serie IV, Roma 1860.   R. P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S. J.   Que me diz o leitor? A opinião é a rainha do mundo?   Este é um daqueles problemas equívocos, ao qual se pode justamente responder com um sim não menos…
    Tags: a, que, de
  • 54
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, a
  • 52
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] Velletri, 15 de novembro de 2008 http://www.doncurzionitoglia.com/IpotesiVelletri.htm "Em questões teológicas difíceis e não definidas, deve se dar o próprio parecer com humildade e paz, conformando-se a instrução e a capacidade do ouvinte, insistindo mais na prática da Igreja, exortando a seguir o bom costume; ao invés de deixar-se…
    Tags: a, de, que
  • 51
    O retorno de Dom Quixote: uma aventura picaresca em busca da humanidade perdida. Radio Spada Luca Fumagalli [Tradução: Gederson Falcometa]   “A vida é a mais extraordinária das aventuras, mas só a descobre o aventureiro” G. K. Chesterton Na verdade poucos escritores como Chesterton tem a capacidade de emocionar. Cada…
    Tags: de, a, que, chesterton

O retorno de Dom Quixote

O retorno de Dom Quixote:
uma aventura picaresca
em busca da
humanidade perdida.

Listener

Radio Spada
Luca Fumagalli
[Tradução: Gederson Falcometa]

 

“A vida é a mais extraordinária das aventuras,
mas só a descobre o aventureiro”
G. K. Chesterton

Na verdade poucos escritores como Chesterton tem a capacidade de emocionar. Cada livro, de fato, é uma espécie de doce sonho, berço e afago para o leitor, para depois fazê-lo acordar improvisadamente. Não se entende naturalmente o mero sentimentalismo, mas aquela capacidade extraordinária, tão típica do escritor inglês, de mover cada menor fibra da alma em direção da Verdade, daquele Cristo morto para redimir a maldade do homem, aquele Deus encarnado a quem o próprio Chesterton se rendeu durante a sua vida.

Eis então que cada página reverbera aquela certeza de que a Igreja Católica transmite de geração em geração.  Cada palavra é uma festa da simplicidade e da comoção, de tudo aquilo que torna o homem digno, daquele alimento de senso que vem muito antes dos direitos humanos, porque essência dos direitos do Criador. Desarmado, o leitor se encontra diante de uma prosa provocatória e “surrealista” que desmonta cada certeza, mas que restitui aquela alegria de viver sob o estandarte de Cristo, ao ensinamento da devoção e da santidade.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 57
    R. Th. Calmel O.P. TEOLOGIA DA HISTÓRIA CAPÍTULO SEGUNDO[Tradução: Gederson Falcometa]      Podem-se encontrar estranhas, complicadas e as vezes até mesmo desconcertantes visões, sempre grandiosas, do Apocalipse de São João. Não se pode porém acusá-lo de fornecer uma idéia milenarista ou progressista da história. Neste não se encontra uma só alusão, por…
    Tags: a, de, que, da, do
  • 57
    La Civiltà Cattolica anno 11° vol. 6, serie IV, Roma 1860.   R. P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S. J.   Que me diz o leitor? A opinião é a rainha do mundo?   Este é um daqueles problemas equívocos, ao qual se pode justamente responder com um sim não menos…
    Tags: a, que, de
  • 56
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] Velletri, 15 de novembro de 2008 http://www.doncurzionitoglia.com/IpotesiVelletri.htm "Em questões teológicas difíceis e não definidas, deve se dar o próprio parecer com humildade e paz, conformando-se a instrução e a capacidade do ouvinte, insistindo mais na prática da Igreja, exortando a seguir o bom costume; ao invés de deixar-se…
    Tags: a, de, que, da
  • 55
        A Igreja e o Estado (2ª ed.) Napoles 1872, cap. I, pag. 7-21.Rev. Pe. Matteo Liberatore S.J.CONDIÇÃO DA IGREJA OPOSTA AO ESTADOCAPÍTULO I.ARTIGO I.Conceito liberalITríplice forma de tal conceitoA palavra de ordem, como se costuma dizer, do liberalismo hodierno é a emancipação do Estado da Igreja. Isto se entende de…
    Tags: a, que, de, da, do
  • 54
    ChestertonLivro IIEntra um LunáticoO Rei das Fadas, que foi, presumidamente, o padrinho do rei Auberon, deve ter favorecido muito o seu fantástico afilhado neste dia em particular, pois com a entrada da guarda do superintendente de Notting Hill havia uma certa adição mais ou menos inexplicável para o seu deleite.…
    Tags: que, de, a, chesterton
  • 51
    O Napoleão de Noting Hill Chesterton Livro I Capítulo I Observações introdutórias sobre a Arte da Profecia A raça humana, a que muitos de meus leitores pertencem, diverte-se com jogos infantis desde o início dos tempos, e provavelmente vai fazê-lo até o fim, o que é um incômodo para as…
    Tags: que, de, a, chesterton
  • 50
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, a

A mártir de Bruges, por Georges Bernanos

A mártir de Bruges
Extraído do livro:
Diário de um Pároco de Aldeia
Georges Bernanos

          “- Eu pergunto o que os senhores têm nas veias, hoje, vocês Padres moços! No meu tempo formavam-se homens da Igreja – não adianta franzir a testa, sinto vontade de esbofeteá-lo. Sim, homens capazes de governar. Essa gente dominava uma região inteira, sem outro gesto que o de levantar imperativamente o rosto. Oh! Já sei o que você vai dizer: eles comiam bem, bebiam melhor e não desprezavam o baralho. De acordo! Quando se faz convenientemente um trabalho, ele anda depressa e bem, sobrando tempo para descanso, o que é bom para toda a gente. Agora os seminários nos mandam coroinhas, pobres coitados que imaginam trabalhar mais que ninguém, porque não chegam ao fim de coisa alguma. Esses tipos choramingam, em vez de mandar. Lêem multidões de livros, mas nunca chegam a compreender – a compreender, está ouvindo? – a parábola do Esposo e da Esposa. Que é uma esposa, tal como desejaria encontrar um homem, se é bastante idiota para seguir o conselho de São Paulo? Não responda, porque iria dizer tolices. Pois, muito bem, é uma criatura forte e firme no trabalho, mas que se submete ao ritmo inexorável das coisas, sabendo que tudo deve ser recomeçado, até o fim. Por mais que se esforce, a Santa Igreja não conseguirá transformar este pobre mundo em um ostensório do Corpo de Deus [Neb*: Ótima crítica ao Cristo cósmico de Teilhard de Chardin…]! Tive em outros – tempos falo da minha antiga paróquia – uma empregada surpreendente, uma boa irmã de Bruges, secularizada em 1908, um grande coração. Nos oito primeiros dias, lustra que lustra, a casa de Deus se pôs a reluzir como um locutório de convento; não a conhecia mais, palavra de honra! Estávamos no tempo da colheita; quer dizer que não aparecia em minha casa nenhum gato, e a satânica velhinha exigia que eu tirasse os sapatos, a mim que tenho horror a chinelos! Penso que ela chegou a pagá-los de seu bolso. Toda manhã, bem entendido, encontrava uma nova camada de pó nos bancos, um ou dois cogumelos novinhos no tapete de couro, e teias de aranha – ah, meu pequeno! – teias de aranha o suficiente para fazer um enxoval de noiva.

        “Eu dizia a mim mesmo: lustre minha filha, você verá, domingo. E o domingo chegou. Oh! Um domingo como os outros, nada de festas com repiques de sino; a clientela ordinária, qual! Miséria! Enfim, à meia-noite, ela encerava e esfregava ainda, de vela na mão. E algumas semanas passadas mais tarde, no dia de Todos os Santos, uma missão de arrasar, pregada por dois Padres Redentoristas, dois tipos enormes! A infeliz passava suas noites de gatinha entre seu balde e seu escovão – molha que molha – de tal modo que o musgo começava a subir pela coluna acima, e ervas nasciam nas junturas dos ladrilhos. Não havia jeito de fazer a boa irmã raciocinar. Se eu fosse ouvi-la, ninguém transporia a minha porta, para que o próprio Deus não sujasse os seus pés na Igreja; imagine! Dizia-lhe: “A senhora me arruinará com a compra de remédios” – porque ela tossia, pobre velha! Afinal, caiu de cama, com uma crise de reumatismo articular, o coração fraquejou, e pluf! Eis uma boa irma diante de São Pedro! Em certo sentido, é uma mártir, não se pode sustentar o contrário. Seu erro não foi combater a imundície, é certo, mas ter querido acabar com ela, como se fosse possível. Uma paróquia é, forçosamente, suja. Uma cristandade é ainda mais suja. Espere o grande dia do Juízo Final, você há de ver o que os anjos terão de retirar dos conventos mais santos, às pás, – que lixo! Pois então, menino, isso prova que a Igreja deve ser uma boa dona de casa, sólida e razoável. Minha boa irmã não era uma verdadeira dona de casa: uma verdadeira dona de casa sabe que sua casa não é relicário. Mas, isso tudo são idéias de poeta!” Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 57
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, a, não
  • 57
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] Velletri, 15 de novembro de 2008 http://www.doncurzionitoglia.com/IpotesiVelletri.htm "Em questões teológicas difíceis e não definidas, deve se dar o próprio parecer com humildade e paz, conformando-se a instrução e a capacidade do ouvinte, insistindo mais na prática da Igreja, exortando a seguir o bom costume; ao invés de deixar-se…
    Tags: a, de, que, não
  • 56
    La Civiltà Cattolica anno 11° vol. 6, serie IV, Roma 1860.   R. P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S. J.   Que me diz o leitor? A opinião é a rainha do mundo?   Este é um daqueles problemas equívocos, ao qual se pode justamente responder com um sim não menos…
    Tags: a, que, de
  • 51
        A tese de Cassiciacum  O Papado material Para um debate sereno    Don Curzio Nitoglia [Tradução: Gederson Falcometa]   «Nesta passagem do Evangelho de Marcos (VI, 47-56) está escrito justamente que a Nave (ou seja, a Igreja) se encontrava no meio do mar, enquanto Jesus estava sozinho em…
    Tags: a, de, não, que
  • 50
      La Civiltà Cattolica, anno XLI, serie XIV, vol. VIII (fasc. 968, 8 de outubro de 1890) Roma 1890 pag. 167-182.   Liberdade de consciência     Rev. Pe. Francesco Salis Seewis S.J.  [Tradução: Gederson Falcometa] I. Verdadeira noção de liberdade de consciência. L’Opinione escrevia sob o título Liberdade de Consciência (n. 220) o que…
    Tags: a, de, que, não

Martin, o “resignation protocol” e o NWO

 

Fides et forma – Francesco Colafemina

 

[Tradução: Gederson Falcometa]

clip_image001

Um secretário de Estado que incita repetidamente o Papa a assinar um “protocolo de renúncia ao Papado”. Uma Igreja destruída pelos inimigos no seu interior. O escândalo da pedofilia, com um dos seus centros na diocese de Century City (Los Angeles). Forças internacionais interessadas em mudar o magistério da Igreja e a enfraquecer o Papado. Um Papa que deve demitir-se sob as pressões dos instauradores da Nova Ordem Mundial.

Não, não é a realidade destes dias, mas a terrível história do controvertido jesuíta Malachi Martin desaparecido em 1999 e contido no seu romance de que já falei no passado: Windswept House.

Traduzo algumas iluminantes passagens deste extraordinário romance. Enquanto isso, rezemos pelo Papa.

***

Ao Papa (o Papa Eslavo o define Martin, pensando obviamente em João Paulo II) é entregue um dossiê reservado que coloca a luz as distorções e os verdadeiros e próprios crimes cometidos por tantos clérigos no mundo. Isto acontece, enquanto a pressão mundialista para que a Igreja, através de um pronunciamento magisterial do Papa, proclame algumas reconsiderações da ética católica. Ao mesmo tempo, o Papa já ancião e doente, vem incitado por um pequeno círculo de Cardeais a renunciar afim de lhes confiar a tarefa de nomear um Papa mais “compatível” com as exigências do “mundo”.

“Homossexualismo e satanismo estavam entre os vírus mais antigos insinuados no corpo político da Igreja. A diferença era que agora dado de fato que a atividade homossexual e satânica tinha obtido um novo status no interior daquele corpo político. Em alguns setores da Igreja os seus membros eram vindos das periferias e reclamavam ser representados na praça pública da vida da Igreja. A sua aparente aceitabilidade entre seus colegas e associados era um sinal que todos os implicados neste processo tinham cessado de crer nos ensinamentos da Igreja. Alguns eram tidos tão alheios ao catolicismo, que não poderiam mais ser incluídos entre os Católicos. E ainda nenhum deles queria sair da Igreja, como tinha feito Martinho Lutero. E nenhum deles queria nem mesmo viver de algum modo na Igreja de acordo com as suas regras e a sua doutrina, como tinha feito Erasmo.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 73
    Unavox/Agosto 2012 A graça de estado De Padre... um sacerdote da Fraternidade [Tradução: Gederson Falcometa] A maior parte daqueles que acreditam ter, o dever de defender a política de Menzingen, ultimamente tem utilizado o argumento da obediência ao Superior, em razão da sua graça de estado. De que se trata?…
    Tags: de, que
  • 62
      d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de abril de 2012 http://www.doncurzionitoglia.com/pace_anima2.htm     SEGUNDA PARTE * A aceitação de si   ·         Muitas vezes temos dificuldade de aceitar a vontade de Deus, queremos fazer aquilo que gostamos, mas algumas circunstâncias que não nos agradam se apresentam a nossa…
    Tags: de, que, não, os
  • 62
      São Leão Magno Sermão n° 23: «Natal do Senhor» Já muitas vezes, caríssimos, ouvistes falar e fostes instruídos a respeito do mistério da solenidade de hoje; porém, assim como a luz visível enche sempre de prazer os olhos sadios, também aos corações retos não cessa de causar regozijo a…
    Tags: que, de, não
  • 61
    Extrato do Capítulo XIII Em quais coisas a Igreja não é infalível   Do livro: Da opinião ao Dogma 15 de agosto de 1953 Padre Sisto Cartechini, S. J. [Tradução: Gederson Falcometa]     Milagres, aparições e relíquias   Especialmente entorno aos milagres antigos, não aqueles narrados na Sagrada Escritura, são transmitidos…
    Tags: de, não, igreja, que
  • 59
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, não
  • 59
    d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] O paganismo (1) nega a liberdade humana, a onipotência criadora e a providência divina, em mundo governado pelo destino. Para o cristianismo – ao contrário – a história esta nas mãos de Deus onipotente que toma cuidado do mundo, conduzindo a humanidade, através de…
    Tags: de, que, não, os
  • 57
      Uma pessoa me enviou o link, para o texto de um amigo que critica a afirmação de que a posição do Padre Cardozo “não existe nada de católico na Igreja Conciliar” é uma forma de sedevacantismo absoluto (eclesiavacantismo). O texto foi escrito por um amigo, que também julgo não…
    Tags: que, não, de
  • 57
    Esta sentença de Santo Tomás se enquadra bem a Cassani, naquilo que diz respeito a liberdade de religião e de culto, que ele propõe em sua obra [1]. O erro...
    Tags: de, que, não
  • 56
      O Padre Cardozo, ele próprio é a imagem do caos que instaurou, como podemos ler: Em 2014 era contra os milagres fora da Igreja; Em novembro de 2015 aceitava; Em dezembro do mesmo ano passado, mudou de idéia de novo. Se o Padre Trincado não tivesse dado a conhecer…
    Tags: de, que, não
  • 54
    Gederson Falcometa De fato a Resistência vive dias de confusão e discórdia. A razão dessa discórdia é exatamente que a polêmica dos milagres, não teve fim, aja vista que, o amigo Augusto, autor do texto, que agora comento, ainda toca nela. Nós que defendemos a possibilidade de Milagres fora da…
    Tags: que, de, não, igreja
  • 53
        De Padre Giuseppe Pace [Tradução: Gederson Falcometa]   Este artigo foi escrito pelo já falecido Padre Giuseppe Pace em 1978, que depois foi publicado no volume Zibaldone (de Frei Galdino da Pescarenico, Editiones Sancti Michaelis, pg. 42-45). Apesar de o artigo ressentir de elementos ligados ao tempo em…
    Tags: de, que, não
  • 53
       Gederson Falcometa “Para que, tanto o que dá os Exercícios como o que os recebe, se ajudem mutuamente e tirem maior proveito, deve-se pressupor que todo bom cristão está mais pronto a salvar uma proposição do próximo do que a condená-la. Se não pode justifica-la, pergunte como é que…
    Tags: de, não, os
  • 52
    Gederson Falcometa A confusão e a desordem seguem de vento em popa no apostolado do Padre Cardozo. Agora veio a público a exigência da assinatura de um termo de adesão ao catolicismo [1]. Lembrou muito bem um amigo, que como prescreve o CDC de 1917 [2], um herege, um apóstata…
    Tags: de, que, igreja
  • 52
    DON CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 16 febbraio 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/sionismo_trionfo_e_fine_israele.htm ·         Saiu em 2005, traduzido do original em língua inglesa (2004), um interessante livro, ainda que não condivisível in toto, de Yakov M. Rabkin [1], professor do Departamento de História da Universidade de Montreal, visiting scholar em Yale University e…
    Tags: de, que, os, um
  • 50
    A “REGRESSÃO” JUDAIZANTE DO VATICANO II: A “MENTIRA” DO JUDEU-CRISTIANISMO   DON CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 6 de fevereiro de 2010 Publicado originalmente no SPES http://www.doncurzionitoglia.com/menzogna_del_giudeocristianesimo.htm                                                               Prólogo   Saiu recentemente em italiano um interessante livro do rabino Jacob Neusner [1], que volta a 1991 (Jews and…
    Tags: de, que, não
  • 50
    Pio XI, a Mit brennender Sorge (1937) e Pio XII   [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 19 de outubro de 2009 http://www.doncurzionitoglia.com/chiesa_e_nazismo.htm     O que é uma concordata? Quando a Santa Sé estipula uma concordata com um governo, quer apenas premunir os católicos sujeitos àquele governo de…
    Tags: de, que, não
  • 50
        [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 22 de julho de 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/salazar_filosofo_e_uomo.htm        “Ai dos povos que não suportam a superioridade de seus grandes homens! Mais desventurados ainda aqueles onde a política não é ordenada de modo a permitir  aos homens de raro valor a…
    Tags: de, que, não
  • 50
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de julho de 2012 http://www.doncurzionitoglia.com/pigrizia_e_abbattimento_difetti.htm “São vivificados pelo Espírito aqueles que não atribuem ao próprio eu toda ciência que sabem e desejam saber, mas a referem, com a palavra e o exemplo, ao Altíssimo Deus, ao qual pertence todo bem” (S. Francisco de…
    Tags: de, que, não, os
  • 50
    TEMAS DO SERMÃO Evangelho do primeiro domingo após o Natal do Senhor: "José e Maria...", que é dividido em três partes. No primeiro tema do sermão, sobre a graça e a glória de Jesus Cristo, como está escrito: "Aprende onde está a sabedoria". O primeiro tema, sobre a pobreza, como…
    Tags: que, de, os

MUNDIALISMO, BENSON, ORWELL E O CARDEAL NEWMAN – 2a parte

Orwell 1984 – Newman e liberalismo

d. CURZIO NITOGLIA

[Tradução: Gederson Falcometa]

28 dicembre 2010

http://www.doncurzionitoglia.com/mondialismo_orwell_e_newman.htm

 

 

a) GEORGE ORWELL “1984”

clip_image001

Prologo

Em 1903 Eric Arthur Blair, verdadeiro nome de George Orwell, nasce em Bengala, onde o pai é funcionário estatal do Reino Unido. Em 1904 retorna a Inglaterra com a mãe. Em 1922 se alista na Polícia imperial indiana em Birmânia. Em 1936 se inscreve no Partido socialista inglês e parte voluntário para ajudar os “vermelhos” na guerra civil espanhola. Porém, ali é perseguido pelos comunistas stalinistas, porque ele é trotzkista; em 1939 é expulso da Espanha como anárquico pelos “vermelhos” (e não por Franco). Em 1946 inicia a elaboração do seu ultimo romance “1984” que desejou intitular “O ultimo homem da Europa” [1]; o termina pouco antes de morrer em Londres em 21 de janeiro de 1950. A sua formação socialista idealista e utopista o acompanhou por toda a vida. O próprio estilo do romance  lhe ressente: não é muito brilhante, antes é comparável a periferia das grandes metrópoles hodiernas, falta esperança, é sombrio e angustiante. Todavia ele intuiu que a sociedade estava se encaminhando para uma homologação e homogeneização mundialista e globalizante, para ele cumprida, porém, pelo comunismo real soviético ou estalinista e não pelo liberalismo maçônico, como para Benson e Newman. O romance é interessante, mas falta a visão teológica da história; capta apenas a dimensão socioeconômica e o lado desumano e totalitário do comunismo absolutista soviético. Os traços que para Orwell caracterizam a sociedade mundialista do futuro “1984” (para Benson foi o “1989”) são o totalitarismo, a perda da memória histórica, a falsificação de todo traço histórico, a perda do contato com o real, a corrupção da linguagem através do barbarismo e neologismos de péssimo gosto, a anulação da identidade do individuo, que se perde na sociedade universal. Todavia permanece um ultimo homem livre, que, porém, será aniquilado sem alguma esperança (da qual como socialista o Autor estava totalmente privado) do poder anônimo da “nova ordem mundial” e da massificação totalitarista.

Continue Reading →

Postagens relacionadas

  • 76
        [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 22 de julho de 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/salazar_filosofo_e_uomo.htm        “Ai dos povos que não suportam a superioridade de seus grandes homens! Mais desventurados ainda aqueles onde a política não é ordenada de modo a permitir  aos homens de raro valor a…
    Tags: de, que, do, em, não, se, é
  • 74
      D. CURZIO NITOGLIA 20 de dezembro de 2011 [Tradução: Gederson Falcometa] http://www.doncurzionitoglia.com/fase_2_giudeo_cristianesimo.htm Avan-propósito ·        Antes do Vaticano II a distinção e contraposição entre Cristianismo e Judaísmo talmúdico ou pós-bíblico era pacífica. Infelizmente a distinção não só se enfraqueceu devagar (com João XXIII) mas foi revertida com Nostra Aetate e pelo ensinamento de…
    Tags: de, que, do, é, em, não, um, uma, mundialismo
  • 69
    A “REGRESSÃO” JUDAIZANTE DO VATICANO II: A “MENTIRA” DO JUDEU-CRISTIANISMO   DON CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 6 de fevereiro de 2010 Publicado originalmente no SPES http://www.doncurzionitoglia.com/menzogna_del_giudeocristianesimo.htm                                                               Prólogo   Saiu recentemente em italiano um interessante livro do rabino Jacob Neusner [1], que volta a 1991 (Jews and…
    Tags: de, do, que, é, em, não
  • 66
      “Quem não está disposto a arriscar-se por suas ideias, ou não vale nada ou não aplica nada de suas ideias”  (Ezra Pound) Don Curzio Nitoglia [Tradução: Gederson Falcomenta]  Publicado originalmente no SPES – SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOCIOPOLÍTICOS SANTO TOMÁS DE AQUINO O caro amigo Dr. Domenico Savino, em 8…
    Tags: de, que, é, não, se, em, com, para, por
  • 65
    d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] O paganismo (1) nega a liberdade humana, a onipotência criadora e a providência divina, em mundo governado pelo destino. Para o cristianismo – ao contrário – a história esta nas mãos de Deus onipotente que toma cuidado do mundo, conduzindo a humanidade, através de…
    Tags: de, que, não, é, do, uma
  • 64
    TEMAS DO SERMÃO Evangelho do primeiro domingo após o Natal do Senhor: "José e Maria...", que é dividido em três partes. No primeiro tema do sermão, sobre a graça e a glória de Jesus Cristo, como está escrito: "Aprende onde está a sabedoria". O primeiro tema, sobre a pobreza, como…
    Tags: que, de, é, do, para
  • 63
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 20 de Julho de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/dottrina_sociale_pio_xii.htm    “Em todas as partes hoje a vida das Nações foi desintegrada pelo culto cego do valor numérico” (Pio XII, Radiomensagem 24.12.1944)   Proêmio   Já vimos qual é a concepção política clássica e escolástica. Agora devemos ver…
    Tags: de, que, é, não, do, um, se
  • 62
      PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de abril de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/matrimonio_amore_caritas.htm * ·         Depois de ter visto o que é a verdadeira Caridade sobrenatural e tê-la distinta antes de tudo do amor natural (que é bom mas imperfeito) e sobretudo do erotismo freudiano, que hoje invadiu todas as…
    Tags: de, que, é, não, se, do, para, em
  • 62
    PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de julho de 2012 http://www.doncurzionitoglia.com/pigrizia_e_abbattimento_difetti.htm “São vivificados pelo Espírito aqueles que não atribuem ao próprio eu toda ciência que sabem e desejam saber, mas a referem, com a palavra e o exemplo, ao Altíssimo Deus, ao qual pertence todo bem” (S. Francisco de…
    Tags: de, que, do, se, é, com, não, para
  • 61
        PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 27 de junho de 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/matrimonio_bellezza_e_serieta.htm * No sentimentalismo se busca a “consolação sensível”, ou seja, o “prazer” e se pode cair fácilmente na desordem ascética (aparicionismo) e moral. Esta é a consequência prática do erro ascético do Americanismo ou teórico do…
    Tags: de, que, é, se, não, do, um, em, para
  • 61
    Se nos revoltamos ou fazemos finta de não ver o mal que está diante de nós, perdemos a paz. Se ao invés o aceitamos e o sublimamos com a Fé e a Caridade...
    Tags: de, não, que, é, se, do, em
  • 61
      d. CURZIO NITOGLIA 10 de julho de 2012 [Tradução: Gederson Falcometa] http://www.doncurzionitoglia.com/consegne_ai_militanti.htm     “É todo um mundo que deve ser refeito, a partir do fundamento, transformando-lhe de selvático em humano e de humano em divino, isto é, segundo o Coração de Deus” (Pio XII, 10 de fevereiro de…
    Tags: de, é, que, não, do, se, um, para, em
  • 61
    Pio XI, a Mit brennender Sorge (1937) e Pio XII   [Extratos] PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 19 de outubro de 2009 http://www.doncurzionitoglia.com/chiesa_e_nazismo.htm     O que é uma concordata? Quando a Santa Sé estipula uma concordata com um governo, quer apenas premunir os católicos sujeitos àquele governo de…
    Tags: de, que, do, uma, em, não
  • 59
      São Leão Magno Sermão n° 23: «Natal do Senhor» Já muitas vezes, caríssimos, ouvistes falar e fostes instruídos a respeito do mistério da solenidade de hoje; porém, assim como a luz visível enche sempre de prazer os olhos sadios, também aos corações retos não cessa de causar regozijo a…
    Tags: que, de, do, não, em
  • 58
    Gederson Falcometa De fato a Resistência vive dias de confusão e discórdia. A razão dessa discórdia é exatamente que a polêmica dos milagres, não teve fim, aja vista que, o amigo Augusto, autor do texto, que agora comento, ainda toca nela. Nós que defendemos a possibilidade de Milagres fora da…
    Tags: que, de, não, é, do, se
  • 57
      PADRE CURZIO NITOGLIA 19 de dezembro de 2009 http://www.doncurzionitoglia.com/scienza_politica_tomistica.html [Tradução: Gederson Falcometa] Publicado originalmente no SPES - SEMINÁRIO DE ESTUDOS SOCIOPOLÍTICOS SANTO TOMÁS DE AQUINO “A prudência em relação ao bem comum se chama política” (S. Th., II-II, q. 47, a. 10, in corpore)   Política como “prudência social” A…
    Tags: que, de, não, é, um, em, do, uma, se, para
  • 57
        De Padre Giuseppe Pace [Tradução: Gederson Falcometa]   Este artigo foi escrito pelo já falecido Padre Giuseppe Pace em 1978, que depois foi publicado no volume Zibaldone (de Frei Galdino da Pescarenico, Editiones Sancti Michaelis, pg. 42-45). Apesar de o artigo ressentir de elementos ligados ao tempo em…
    Tags: de, que, se, não, é
  • 56
    Dois amores, duas cidades: Via modernorum I Gustavo Corção A infiltração nominalista na Civilização Ocidental Moderna. Antes de iniciarmos o exame dos diversos aspectos da Civilização Ocidental Moderna, convém determo-nos na consideração mais acurada e mais abstraia dos principais fatores desse importante período da história. Atrás dissemos que o triunfo…
    Tags: de, se, em, é, um, uma
  • 55
      Gederson Falcometa Em resposta aos Comentários Eleison de Mons. Williamson sobre os milagres eucarísticos de Buenos Aires, o Rev. P. Ernesto Cardozo escreveu o texto que tem título homônimo ao deste artigo, porém, a questão que ele levantou encontra resposta positiva (há milagres fora do corpo visível da Igreja…
    Tags: de, que, não, se
  • 55
    Extraído do livro Getsemani  Cardeal Giuseppe Siri [Tradução: Gederson Falcometa] Se voltamos atrás a quarenta anos, veremos nos escritos de alguns teólogos , um renovado interesse acerca da relação entre aquilo que se chamava, até então, ordem natural e ordem sobrenatural. É indispensável entender que isto não é um argumento…
    Tags: de, que, do, é, em, não, para
  • 55
    La Civiltà Cattolica anno 59° vol. 2 (fasc. 1388, 10 aprile 1908), Roma 1908 pag. 170-187.                                        I. A contradição teórica e a hipocrisia prática inerente por necessidade lógica a absurdidade do modernismo – como acenávamos nos precedentes artigos1, comprovando as afirmações da encíclica com os testemunhas de chefes de…
    Tags: de, que, do, se, é
  • 54
      d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 2 de abril de 2012 http://www.doncurzionitoglia.com/pace_anima2.htm     SEGUNDA PARTE * A aceitação de si   ·         Muitas vezes temos dificuldade de aceitar a vontade de Deus, queremos fazer aquilo que gostamos, mas algumas circunstâncias que não nos agradam se apresentam a nossa…
    Tags: de, que, não, é, com
  • 53
    Esta sentença de Santo Tomás se enquadra bem a Cassani, naquilo que diz respeito a liberdade de religião e de culto, que ele propõe em sua obra [1]. O erro...
    Tags: de, que, é, não, se
  • 53
    DON CURZIO NITOGLIA [tradução: Gederson Falcometa] 20 abril 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/Principe_Cristiano_Vs_Principe_Machiavelli.htm Introdução Maquiável, depois de Dante e mais que Dante, nega a ordem política indicada por S. Tomás no De regimine principum. O Aquinate quis reunir a Sociedade a Deus, Maquiável queria uma política autônoma da moral e de Deus. O príncipe…
    Tags: que, de, é, do, não, se, para, em
  • 52
    CONDITIO SINE QUA NON PARA A INSTAURAÇÃO  DO REINO SOCIAL DE CRISTO d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Gederson Falcometa] 19 agosto 2011 http://www.doncurzionitoglia.com/uomo_animale_politico.htm   Contra o erro ‘por defeito’ do Liberalismo-laicista e ‘por excesso’ do Angelismo-clericalista Atualidade do problema São Pio X na Carta Encíclia Iucunda Sane (Março de 1904) explica que,…
    Tags: de, é, não, que, do, se, em, por

Powered by WordPress. Designed by WooThemes

Seguir

Obtenha todo novo post entregue na caixa de entrada do seu email.

Junte-se a outros seguidores