[TOLKIENIANA] BOROMIR, O PECADOR RESGATADO


Literatura

Entre todos os per­son­agens da Com­pan­hia que se ofer­e­cem para acom­pan­har Fro­do nas suas mis­sões “reden­toras”, Boromir é, a meu ver, o mais “humano”. Não por aca­so é o úni­co ver­dadeiro rep­re­sen­tante do mun­do dos home­ns. Não o mes­mo para Aragorn que está, em cer­to sen­ti­do, aci­ma do homem, é mais que um homem. Mas deix­e­mos o dis­cur­so sobre o Herdeiro de Isil­dur para uma próx­i­ma tratação, mel­hor nos dedi­car­mos ao “homem” Boromir.

01/12/2018

[TOLKENIANA] ÉOWYN: UMA MULHER COMO DEUS ORDENA


Literatura

Não por aca­so os poet­as de todos os tem­pos requer­eram o socor­ro de uma «Musa» (a par­tir da qual a «músi­ca»), espe­cial­mente para can­tar as vir­tudes e as graças de uma criatu­ra como a mul­her que, se inten­ta e se recol­he na piedade e a cari­dade, pode tornar sinal predile­to de coisas celestes.

03/12/2017

O NAPOLEÃO DE NOTING HILL: ENTRA UM LUNÁTICO


Literatura

Chester­ton Livro II Entra um Lunáti­co O Rei das Fadas, que foi, pre­sum­i­da­mente, o padrin­ho do rei Auberon, deve ter favore­ci­do muito o seu fan­tás­ti­co afil­ha­do neste dia em par­tic­u­lar, pois com a entra­da da guar­da do super­in­ten­dente de Not­ting Hill havia uma cer­ta adição mais ou menos inex­plicáv­el para o seu deleite. Os tra­bal­hadores […]

09/04/2016

RADIO SPADA: O AMOR EM GIOVANNINO GUARESCHI


Literatura

Tem­pos feios para o amor, muitas vezes reduzi­do a bor­bo­le­tas que voam no estô­ma­go (a psi­colo­gia mod­er­na sug­ere que exis­tam colô­nias de largatas prontas a abrirem-se em nos­so estô­ma­go não, logo que nos apaixon­ar­mos) ou a bru­tal posse do out­ro. Se se quer com­preen­der que coisa seja real­mente o amor é bom ter em mãos um dos tan­tos “con­tos de vida famil­iar” de Gio­van­ni­no Guareschi.

15/03/2016

O Napoleão de Noting Hill: o jogo “engane o profeta”


Literatura

O Napoleão de Not­ing Hill Chester­ton Livro I Capí­tu­lo I Obser­vações intro­dutórias sobre a Arte da Pro­fe­cia A raça humana, a que muitos de meus leitores per­tencem, diverte-se com jogos infan­tis des­de o iní­cio dos tem­pos, e provavel­mente vai fazê-lo até o fim, o que é um incô­mo­do para as pou­cas pes­soas cresci­das. E um […]

05/03/2016

O retorno de Dom Quixote


Literatura

O retorno de Dom Quixote: uma aven­tu­ra picaresca em bus­ca da humanidade per­di­da. Radio Spa­da Luca Fuma­gal­li [Tradução: Ged­er­son Fal­cometa]   “A vida é a mais extra­ordinária das aven­turas, mas só a desco­bre o aven­tureiro” G. K. Chester­ton Na ver­dade poucos escritores como Chester­ton tem a capaci­dade de emo­cionar. Cada livro, de fato, é uma […]

24/02/2016

A mártir de Bruges, por Georges Bernanos


Literatura

A már­tir de Bruges Extraí­do do livro: Diário de um Páro­co de Aldeia Georges Bernanos           “- Eu per­gun­to o que os sen­hores têm nas veias, hoje, vocês Padres moços! No meu tem­po for­­mavam-se home­ns da Igre­ja – não adi­anta franzir a tes­ta, sin­to von­tade de esbofeteá-lo. Sim, home­ns capazes de […]

23/02/2016

Martin, o “resignation protocol” e o NWO


Escatologia, História, Literatura, No category, Política

  Fides et for­ma — Francesco Colafem­i­na   [Tradução: Ged­er­son Fal­cometa] Um secretário de Esta­do que inci­ta repeti­da­mente o Papa a assi­nar um “pro­to­co­lo de renún­cia ao Papa­do”. Uma Igre­ja destruí­da pelos inimi­gos no seu inte­ri­or. O escân­da­lo da ped­ofil­ia, com um dos seus cen­tros na dio­cese de Cen­tu­ry City (Los Ange­les). Forças inter­na­cionais inter­es­sadas […]

14/02/2013

MUNDIALISMO, BENSON, ORWELL E O CARDEAL NEWMAN – 2a parte


Escatologia, Literatura

Orwell 1984 — New­man e lib­er­al­is­mo d. CURZIO NITOGLIA [Tradução: Ged­er­son Fal­cometa] 28 dicem­bre 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/mondialismo_orwell_e_newman.htm     a) GEORGE ORWELL “1984” Pro­l­o­go Em 1903 Eric Arthur Blair, ver­dadeiro nome de George Orwell, nasce em Ben­gala, onde o pai é fun­cionário estatal do Reino Unido. Em 1904 retor­na a Inglater­ra com a mãe. Em 1922 se […]

31/12/2012