P. CURZIO NITOGLIA: O EQUÍVOCO GUENONIANO


Atualidades

René Guénon († 1951) evi­den­ciou, crit­i­can­do, a crise do mun­do mod­er­no e reabil­i­tou a Tradição. Mas qual é a Tradição a que ele se ref­ere e qual é o aspec­to da Mod­ernidade que criti­cou nas suas obras?

29/04/2019

O PRINCÍPIO DAS DORES: A HERMENÊUTICA DA DIVINO AFFLANTE SPIRITU


Apologética

O Insti­tu­to Bíbli­co rev­ela­va assim seu «pro­gra­ma». Uma mudança rad­i­cal con­tra todas as dire­ti­vas dadas pelo Mag­istério sobre a exegese católi­ca (Leão XIII, São Pio X, Ben­to XV) e con­fir­madas por Pio XII na Divi­no Afflante Spir­i­tu e em segui­da com Humani Gener­is, em 1950.

11/04/2019