P. LUIGI TAPARELLI D’AZEGLIO, S.J.: O SIM E O NÃO NO REINO DA OPINIÃO


No category

«Toca a ver­dade das coisas con­for­mar-se a opinião dos home­ns ou a opinião dos home­ns deve con­for­mar-se com a ver­dade das coisas»? Se a opinião pudesse trans­for­mar as coisas, a dúvi­da pode­ria ser razoáv­el. Mas o ser das coisas é inde­pen­dente do nos­so pen­sa­men­to. Opinou-se por sécu­los segun­do o sis­tema ptolo­maico, em segui­da segun­do o coper­ni­cano, nem por isso mudaram os astros o seu cur­so. Então, a opinião não é a rain­ha do mun­do.

25/11/2018

P. CURZIO NITOGLIA: SÓCRATES


Filosofia

  PADRE CURZIO NITOGLIA [Tradução: Ged­er­son Fal­cometa] Intro­dução Sócrates morre em 399 a.C. con­de­na­do for­mal­mente por “impiedade”, ou seja, porque não cria nos Deuses da cidade e porque cor­rompia com as suas doutri­nas a juven­tude de Ate­nas; mas a ver­dadeira razão da sua con­de­nação a morte – como escreve Platão no Eutífron – eram os […]

22/12/2015

P. CURZIO NITOGLIA: BELEZA E SERIEDADE DO MATRIMÔNIO


Psicologia

No sen­ti­men­tal­is­mo se bus­ca a “con­so­lação sen­sív­el”, ou seja, o “praz­er” e se pode cair facil­mente na des­or­dem ascéti­ca (apari­cionis­mo) e moral. Esta é a con­se­quên­cia práti­ca do erro ascéti­co do Amer­i­can­is­mo ou teóri­co do sen­ti­men­tal­is­mo (ou exper­iên­cia reli­giosa) do Mod­ernismo.

28/09/2013