P. CURZIO NITOGLIA: SOCIEDADE E AUTORIDADE


Política

Padre Curzio Nitoglia [Tradução: Ged­er­son Fal­cometa]   A natureza da autori­dade A sociedade é uma união moral de muitos home­ns, para agir em vista do bem comum. A causa final da sociedade é o bem estar comum tem­po­ral; a causa mate­r­i­al são as pes­soas; a causa efi­ciente é Deus que criou o homem sociáv­el por […]

01/03/2016

P. CURZIO NITOGLIA: ENTREGO AOS MILITANTES


Filosofia, Política, Teologia

É todo um mun­do que deve ser refeito, a par­tir do fun­da­men­to, trans­for­man­do-lhe de selváti­co em humano e de humano em divi­no, isto é, segun­do o Coração de Deus” (Pio XII, 10 de fevereiro de 1952).

26/02/2016

Exámen crítico del gobierno representativo en la sociedad moderna — P. Luis Tapparelli D’Azeglio S.J.


Filosofia, Política

[issuu viewMode=singlePage width=650 height=500 embedBackground=%2325408f pageNumber=8 backgroundColor=%23222222 documentId=121214131518–565f1620b89f42b5aa2f5447d59019cd name=ex_men_cr_tico_del_gobierno_representa_tomo_1_prim username=gedersonfalcometa tag=aphologetic unit=px v=2]                             Clique aqui para faz­er down­load do livro  

14/12/2012

P. CURZIO NITOGLIA: O BEM DO TODO É MAIOR QUE O BEM DA PARTE


Filosofia, Política

Padre Curzio Nitoglia [Tradução: Ged­er­son Fal­cometa] “Civ­i­tas propter cives, non cives propter civ­i­tatem” ·Con­tra o comu­ni­taris­mo (“o bem de todos”) a sã filosofia ensi­na que a Sociedade não é o Fim abso­lu­to, o bem ao qual os cidadãos são orde­na­dos, mas a Sociedade é orde­na­da ao bem comum dos cidadãos (“civ­i­tas propter cives, et non […]

06/12/2012

O PRÍNCIPE CRISTÃO CONTRA O PRÍNCIPE DE MAQUIÁVEL


Filosofia, História, Política, Teologia

DON CURZIO NITOGLIA [tradução: Ged­er­son Fal­cometa] 20 abril 2010 http://www.doncurzionitoglia.com/Principe_Cristiano_Vs_Principe_Machiavelli.htm Intro­dução Maquiáv­el, depois de Dante e mais que Dante, nega a ordem políti­ca indi­ca­da por S. Tomás no De regimine prin­cipum. O Aquinate quis reunir a Sociedade a Deus, Maquiáv­el que­ria uma políti­ca autôno­ma da moral e de Deus. O príncipe de Maquiáv­el é o opos­to […]

30/08/2012